Divulgação
Divulgação

Neto critica Andrés Sanchez: 'Ficou intragável, minha decepção é digna de pena'

Ex-jogador anuncia que pretende se candidatar à presidência do Corinthians em 2021

O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2016 | 16h43

Um dos maiores jogadores da história do Corinthians, o ex-meia Neto, entrou em rota de colisão com ex-presidente Andrés Sanchez, de quem se considerava amigo. O ex-jogador criticou a postura e comportamento do dirigente e ainda lançou sua candidatura à presidência do Corinthians em 2021. As revelações foram feitas durante gravação do programa Bola da Vez, da ESPN. O programa com a entrevista de Neto vai ao ar na próxima quarta-feira, dia 2 de novembro.

"Fui amigo dele, mas ele excluiu todos os amigos. Esse Andrés não é o Andrés que conheci, que amei. Ele ficou tão intragável nas suas entrevistas e no comportamento como dirigente, de superioridade em relação aos outros seres humanos, que minha decepção é digna de pena dele. Ele não é assim", disse o ex-jogador.

O ex-jogador, que tem contrato com a TV Bandeirantes, revelou que sonha em ser presidente do Corinthians daqui a cinco anos. "Estou me preparando para ser presidente do Corinthians. Tenho contrato com a Band até 2018 e gostaria de renovar até 2020. Sou candidato à presidência do Corinthians em 2021."

Ao site GloboEsporte.com, Andrés Sanchez rebateu as declarações do ex-jogador do Corinthians. "Lamento que o Neto pense assim. Eu também poderia dizer que ele mudou muito. Mas prefiro não falar de minhas decepções com ele. Dizer não para as pessoas e colocar limites no que elas querem, faz perder amigos, mas assim consigo manter minha consciência tranquila. Quando os amigos dele sumiram, no momento mais complicado da vida dele, ele sabe bem o que fiz por ele. Éramos mais que amigos, mas como ele mesmo disse não somos mais, vamos em frente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.