Neto se diz feliz pela contratação de Rivellino

Ainda não foi desta vez que Neto, ex-xodó da Fiel, pode realizar o sonho de trabalhar no Corinthians. Ele tinha muita esperança de ser oficialmente convidado junto com Casagrande, que seria o técnico. Sem demonstrar frustração por ter sido trocado pela dupla Rivellino/Júnior, o gerente de futebol do Guarani, Neto Ferreira, se diz contente pela escolha corintiana."Sinceramente fiquei muito feliz com a escolha do Rivellino para ser gerente do Corinthians. Ele sempre foi meu ídolo no futebol e depois se tornou meu amigo. Gosto muito dele e estou torcendo para que ele ajude o Corinthians a sair dessa situação".Para não se dizer totalmente decepcionado, Neto garante ter ficado satisfeito por seu nome ter sido lembrado. "Não vou negar que também fiquei feliz de ter sido lembrado. Espero um dia poder ajudar o Corinthians. Mas tudo tem sua hora. Estou muito feliz trabalhando no Guarani. Acredito que ainda possa ajudar muito o Bugre". Há dois anos e meio no clube campineiro, Neto prorrogou, em agosto, seu vinculo até dezembro. Ele afirma que ainda não sabe o que fazer do futuro, mas não pretende tão cedo abraçar a carreira de técnico. "Se fosse para o Corinthians seria como gerente de futebol", confirma.Neto, porém, na terça-feira, chegou a declarar numa emissora de televisão, em rede nacional, de que ele e Casagrande seriam a solução para o Corinthians. Revelou também que há algum tempo, outro clube de São Paulo chegou a propor para que a dupla (Neto/Casagrande) assumisse o comando do futebol. Seria no caso o São Paulo. "Não aceitamos", disse, lacônico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.