Patrik Stollarz / AFP
Patrik Stollarz / AFP

Neuer confirma reunião com cobranças internas, mas nega existir racha na Alemanha

Goleiro relembra partidas difíceis que seleção alemã teve durante última Copa, que acabou vencendo

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 10h58

O goleiro Manuel Neuer garantiu que o grupo da seleção alemã está unido e que os jogadores discutiram entre eles formas de melhorar a equipe para a continuidade da Copa do Mundo. A Alemanha estreou no torneio com derrota por 1 a 0 para o México, no último domingo, no estádio Luzhniki, em Moscou.

+ Matthäus vê Özil 'sem coração' na Alemanha e critica foto com presidente turco

+ Alemanha se torna a 3ª campeã mundial seguida a naufragar em estreias de Copa

"Acabamos de ter uma reunião do time. Conversamos muito sobre como podemos melhorar. Havia muitas coisas que tínhamos de dizer na cara uns dos outros. Não há divisão entre nós. Somos nossos principais críticos. Temos jogadores experientes e ninguém fugiu da responsabilidade. Estamos insatisfeitos, muito decepcionados com nossa atuação contra o México", revelou o capitão da Alemanha em coletiva de imprensa concedida em Vatutinki, nos arredores de Moscou, onde rebateu publicações da imprensa alemã apontando que existe conflitos internos no atual grupo da seleção do país.

Após a reunião na qual cobranças internas foram feitas entre os próprios jogadores, Neuer recordou da partida das oitavas de final da Copa do Mundo há quatro anos, no Brasil, quando a Alemanha encontrou dificuldades contra a Argélia e só marcou os gols da vitória por 2 a 1 na prorrogação. "Aquela partida foi, ao mesmo tempo, uma atuação ruim e um aviso. Nosso primeiro tempo contra o México me lembra aquele jogo", afirmou o goleiro.

Neuer não tem dúvida de que a reunião entre os jogadores vai apresentar resultado positivo imediato. "Não precisamos de uma segunda chamada de atenção. Cremos que vamos passar de fase. Só vamos jogar finais de agora em diante. Ganharemos de Suécia e Coreia do Sul se fizermos as coisas se encaixarem. É um grande alívio quando se fala das coisas que podemos melhorar, é algo que nos faz bem", comentou.

 

Quanto a possíveis mudanças na equipe titular, Neuer não acha necessário. "Tivemos jogadores com experiência e qualidade em todas as posições contra o México. Não vejo por que trocar um ou outro. Não mostramos tudo o que podemos", opinou.

O goleiro ainda exaltou o caráter decisivo que as duas próximas partidas da Alemanha nesta primeira fase ganharam depois que a seleção foi derrotada pelos mexicanos na estreia. "A partir de agora, todos os jogos que temos são 'finais', e nós jogadores sabemos disso", enfatizou o capitão alemão.

A segunda partida da Alemanha no Grupo E vai ser contra a Suécia, às 15 horas (de Brasília) deste sábado, em Sochi, e o último confronto na primeira fase do Mundial será contra a Coreia do Sul, às 11 horas (de Brasília) do dia 27, em Kazan.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.