Newcastle e Manchester City empatam com gol de Robinho

O Newcastle United finalmente deu aos seus torcedores um motivo para vibrar. Jogando com 10 em campo por 75 minutos, a equipe conseguiu virar um placar de 1 x 0 para conseguir um empate por 2 x 2 com o Manchester City no estádio St. James Park. Sem vencer há dois meses, comandado por um técnico interino, e com seu proprietário tentando se livrar do clube, o Newcastle está em desordem, e começou a segunda-feira em penúltimo lugar no Campeonato Inglês, com apenas cinco pontos. Mas a reação de segunda-feira, embora tenha sido frustrada por um gol de empate do City no final da partida, levantará os ânimos antes do clássico contra o Sunderland, cujos torcedores têm aproveitado cada minuto da dolorosa novela de seus vizinhos. O dia parecia ruim para os donos da casa quando aos 14 minutos Habib Beye derrubou Robinho na grande área e foi expulso. O Newcastle protestou, argumentando que o zagueiro havia tomado a bola corretamente --e replays da televisão sugeriram que a equipe estava certa-- mas a decisão foi mantida, e o brasileiro converteu a cobrança de pênalti. O gol abalou o Newcastle, mas a equipe se recompôs e começou a mandar no jogo. Shola Ameobi marcou o gol de empate pouco antes do intervalo, mandando a bola para as redes depois de um cruzamento de Obafemi Martins. Com a torcida incentivando, os 10 do Newcastle continuaram pressionando e viraram o jogo depois que o zagueiro do Richard Dunne, do City, marcou um gol contra inexplicável após um escanteio cobrado por Geremi. O City reagiu e igualou o placar com uma boa finalização de Stephen Ireland após um passe de Robinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.