Ney Franco comanda treino secreto no Botafogo

Concentrado na cidade de Saquarema, para reduzir a pressão sobre os jogadores às vésperas da decisão do Campeonato Carioca, o técnico Ney Franco resolveu fazer mistério e fechou o treino da tarde desta quarta-feira.

AE, Agencia Estado

29 de abril de 2009 | 20h32

O treinador mandou fechar os portões do Estádio Elcyr Rezende de Mendonça, que pertence ao Boavista. Nem torcedores e nem a imprensa tiveram acesso às atividades do período vespertino.

Na chegada do ônibus da delegação ao local, dezenas de pessoas se aglomeraram na entrada do estádio para tentar um autógrafo ou apenas tocar em seus ídolos. O zagueiro Juninho foi o mais assediado. A delegação do Botafogo chegou à cidade na segunda-feira e deverá ficar até sábado.

Apesar do mistério, já se sabe que o treinador ganhou mais uma dúvida para a segunda partida da final. O zagueiro Émerson, autor de dois gols contra nos últimos dois jogos com o Flamengo, sentiu dores na coxa e foi poupado das atividades da manhã e da tarde. Além do zagueiro, também é dúvida o atacante Reinaldo, que se recupera de uma torção no tornozelo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoNey Franco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.