Ney Franco confia em boa estréia do Flamengo no Estadual

Com 12 reforços, a maioria de jogadores desconhecidos, o Flamengo fará nesta quinta-feira a sua estréia no Estadual do Rio contra a Cabofriense, às 20h30, no Maracanã. O técnico Ney Franco está confiante. Para ele, a diretoria montou um time capaz de brigar pelo título regional, da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro. ?A equipe de 2007 é mais forte do que a de 2006?. Jogador mais experiente do Flamengo, o meia Juninho Paulista, de 33 anos, quer acabar com o preconceito contra os atletas mais velhos. Contratado ao Palmeiras, ele se recuperou de contusão no tornozelo esquerdo e se sente um ?garotão?. ?As pessoas vêem os jogadores com mais de 30 anos com outros olhos, acham que não vão render mais, que já estão em fim de carreira, mas não é assim que funciona?, disse Juninho, certo de que a equipe, bem entrosada, ?vai dar o que falar?. Destaque do Flamengo no ano passado, o meia Renato afirmou que, apesar da experiência, sentirá um ?frio na barriga? ao entrar em campo. ?A ansiedade antes do primeiro jogo da temporada é natural. Mas, quando a bola rolar, temos que ter concentração em todos os momentos?, declarou. Estrela da Cabofriense, o volante Marcão, de 34 anos, recém-contratado ao Fluminense, aposta na força do grupo para brilhar na competição. Ele tem como objetivo levar o time ao inédito título do Estadual. ?A Cabofriense vem crescendo a cada ano e, por isso, acredito que o título regional é um sonho possível. Espero ajudar meus colegas a fazer história?. Ficha técnica Flamengo x Cabofriense Flamengo - Bruno; Leonardo Moura, Moisés, Irineu e Juan; Paulinho, Claiton, Renato e Juninho Paulista; Renato Augusto e Obina. Técnico: Ney Franco. Cabofriense - Flávio; Oziel, Cléberson, Everton e Leandro; Marcão, Anderson, Têti e Esquerdinha; Marcelinho e William. Técnico: Jair Pereira. Árbitro - Djalma Beltrami. Início - 20h30. Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.