Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Ney Franco confirma estreia de Ganso contra Náutico, domingo, no Morumbi

Técnico do São Paulo diz que meia precisa começar a ganhar ritmo de jogo para 2013 e deverá entrar durante a partida

AE, Agência Estado

13 de novembro de 2012 | 19h13

SÃO PAULO - O técnico Ney Franco confirmou nesta terça-feira, em entrevista ao site oficial do São Paulo, que Paulo Henrique Ganso deverá entrar em campo diante do Náutico, domingo, no Morumbi, para fazer a sua estreia com a camisa tricolor.

"Temos uma grande expectativa com o Ganso no São Paulo, especialmente para 2013. Mas ritmo de jogo só se ganha atuando e o estou levando para isso. É um grande jogador, que está superando uma fase difícil e que no domingo começa a retomar sua carreira", comentou o treinador.

De acordo com o texto publicado no site do clube, Ganso não será titular contra o Náutico, mas entrará durante a partida. O jogador ainda não tem condições de atuar durante os 90 minutos e fará um jogo-treino nesta quinta, no CT, para readquirir ritmo de jogo.

O São Paulo, que baixou o preço dos ingressos para a partida de domingo, espera casa cheia no Morumbi. Se o estádio receber mais de 54 mil pessoas, será o melhor público do Brasileirão 2012, marca que não será mais superada, uma vez que nenhum outro estádio tem capacidade para receber tanta gente.

"Tenho certeza que os são-paulinos irão encher o estádio, empurrar o time e prestigiar a estreia do Ganso. A torcida tem sido o nosso diferencial nestes últimos jogos e confiamos que isso irá se repetir contra o Náutico, quando podemos selar a nossa vaga na Libertadores", destacou o diretor de futebol Adalberto Baptista.

Concorrência bem-vinda

O atacante Osvaldo, um dos que pode perder posição para Ganso na reta final da temporada 2012, comemora a chance de poder atuar com o ex-santista. "É um cara que merece tudo de bom, é simples e joga muito. Tenho certeza que vai nos ajudar bastante."

Osvaldo, porém, lembra que nem tudo é festa e que o time precisa estar atento às dificuldades de enfrentar o Náutico. "A gente tem um jogo difícil no domingo. O Botafogo está a cinco pontos da gente. Não podemos bobear, pois tem times encostando. Temos o exemplo do Vasco, que abriu sete pontos da gente e quando eles bobearam nós aproveitamos."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirãoGanso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.