Ney Franco decide esconder escalação do São Paulo

Ney Franco não costuma ter problemas em divulgar a escalação das suas equipes na véspera dos jogos. Desta vez, porém, o treinador mudou de atitude e não deu pistas sobre o time do São Paulo que pretende mandar a campo para enfrentar a Ponte Preta neste sábado, no Morumbi, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FERNANDO FARO, Agência Estado

17 de agosto de 2012 | 12h17

A grande dúvida é se o esquema com três zagueiros será mantido. Como Rhodolfo está suspenso e João Filipe atravessa mau momento, Ney pode abrir mão da formação e promover a entrada de Paulo Assunção no meio-de-campo, além de sacar um defensor para escalar Edson Silva para formar dupla com Rafael Toloi.

Quem também pode perder lugar na equipe é Maicon. Como Lucas voltou ao time e será titular, a tendência é que Cícero deixe a função de centroavante e volte a atuar em sua posição de origem. Como o camisa 16 agradou nos jogos em que foi improvisado, deve continuar na equipe.

Certo mesmo é que Douglas não joga. Ele já foi descartado pelo departamento médico e pode dar lugar a Rodrigo Caio, já que existe o temor de queimar o garoto Lucas Farias, lateral de origem, mas que sequer estreou no profissional.

"Eu não gostaria de falar para vocês sobre que jogador posso usar ou não, porque amanhã posso aparecer com uma equipe totalmente diferente e não acho isso correto", despistou o treinador.

Assim, o São Paulo deve enfrentar a Ponte Preta neste sábado com a seguinte formação: Rogério Ceni; Rodrigo Caio, Rafael Toloi, Edson Silva e Cortez; Paulo Assunção, Denilson, Cícero e Jadson; Lucas e Ademilson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.