Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Ney Franco diz que derrota para o Mogi-Mirim serve de alerta ao São Paulo

Técnico critica a atuação da equipe e promete força total contra o Penapolense

PAULO FAVERO, Agência Estado

22 de abril de 2013 | 08h17

MOGI MIRIM - O técnico Ney Franco não gostou da atuação do São Paulo na derrota para o Mogi Mirim, principalmente pelo desempenho na primeira etapa. A derrota por 1 a 0 no último domingo não alterou a classificação da equipe no Campeonato Paulista, mas fez com que o treinador ligasse o sinal de alerta na competição e garantisse que a partir de agora os titulares voltarão a representar a equipe na competição. "No primeiro tempo jogamos muito mal, não chutamos a gol, mas no segundo melhoramos e tivemos mais posse de bola", comenta.

Mesmo tendo feito a melhor campanha na primeira fase do Paulistão, o que deu ao São Paulo o direito de enfrentar o pior dos classificados, em um confronto único no Morumbi, o treinador prega o respeito ao adversário do interior e garante que o time precisa estar ligado. "Vamos com força total diante do Penapolense. Ele chegou entre os oito e merece nossa atenção especial e respeito, pois conseguiu a classificação com mérito. É apenas um jogo e não podemos bobear", diz.

As datas dos confrontos das quartas de final serão definidas nesta segunda-feira pela Federação Paulista de Futebol e o comandante tricolor garante que não tem preferência de data. "Como enfrentamos o Atlético-MG pela Libertadores apenas na quinta, nosso jogo pelo Paulista pode ser sábado ou domingo, tanto faz. Acho que vão colocar o Palmeiras no sábado, seria o mais justo, porque ele joga na terça (dia 30 de abril, contra o Tijuana, no México)", explica Ney.

Contra o Penapolense, o principal desfalque do São Paulo deverá ser o volante Maicon, que está em fase final de recuperação, mas deve ser preservado para a disputa da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.