Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Ney Franco ganha força, mas Santos adia contratação

Treinador tem a preferência do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro

SANCHES FILHO, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 20h09

SANTOS - Ney Franco volta ganhar força para ser o técnico do Santos, depois de ter sido descartado antes da viagem do time à Espanha para enfrentar o Barcelona. Além de ter a preferência do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o ex-são-paulino é tido como a melhor opção que restou no mercado, após a recusa de Abel Braga, que já disse não ao vice-presidente Odílio Rodrigues.

Com o empate contra o Corinthians, diminuiu a pressão da torcida pela renúncia do Comitê gestor e pela contratação de um novo treinador. Além disso, seria um desprestígio para o novo gerente de futebol, Zinho, a contratação de um técnico antes de sua posse, prevista para segunda-feira.

A chegada de Zinho deve acelerar a busca por um novo treinador. E confirmar o fim do período de interinidade de Claudinei Oliveira, que assumiu o time logo após a demissão do técnico Muricy Ramalho.

TREINO

Apenas os jogadores reservas treinaram em campo na tarde desta quinta-feira. Com a ausência de Willian José, que foi expulso contra o Corinthians, Giva será o companheiro de Neilton no ataque diante do Cruzeiro, domingo à tarde, no Mineirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCNey Francotécnico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.