Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Ney Franco saca Ganso e escala time com três atacantes contra o Strongest

São Paulo precisa ganhar dos bolivianos no Morumbi, pela Libertadores, e vai jogar ofensivamente

FERNANDO FARO, Agência Estado

27 de fevereiro de 2013 | 10h33

SÃO PAULO - O São Paulo terá três atacantes para enfrentar o Strongest, nesta quinta-feira, no Morumbi, pela Copa Libertadores. Ney Franco sacou Paulo Henrique Ganso e promoveu a entrada de Aloísio no último treino antes do duelo com os bolivianos, essencial para as pretensões da equipe na competição. O treinador vinha mantendo o mistério sobre qual esquema adotaria no Morumbi, embora sempre tivesse deixado clara a intenção de apostar no 4-2-3-1.

A outra interrogação da equipe foi sanada e Denilson fica com a vaga de Maicon no meio. Havia a expectativa de que o camisa 18 pudesse ser mantido após ser titular nas últimas duas partidas e ter recebido elogios do treinador. Maicon jogou diversas vezes como segundo volante no ano passado e vinha sendo aproveitado na função.

A necessidade de vitória aumentou ainda mais depois que o Atlético-MG bateu o Arsenal de Sarandí por 5 a 2, na última terça-feira, na Argentina, e chegou aos seis pontos no Grupo 3 da Libertadores. Como o Strongest também venceu os argentinos e o time tricolor não somou pontos na competição, sua situação pode ficar bastante complicada caso não consiga um resultado positivo nesta quinta. O São Paulo fará duas partidas em casa na sequência: além do Strongest, recebe o Arsenal na semana que vem.

Em busca dos seus primeiros pontos nesta Libertadores, o São Paulo que enfrenta o Strongest entrará em campo com a seguinte formação: Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Osvaldo, Aloísio e Luis Fabiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.