Ney Franco tenta acertar a bola parada do Flamengo

O técnico Ney Franco concentrou o trabalho nas jogadas de bola parada, no treino do Flamengo neste sábado, no CT Ninho do Urubu, no Rio. O foco foi acertar o posicionamento do time nas cobranças de faltas e escanteios, como parte da programação elaborada para a intertemporada.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2014 | 18h40

Desde que voltou da folga, o Flamengo já fez 13 dias seguidos de treinos intensos - esteve inicialmente concentrado em Atibaia, no interior paulista, e agora está de volta ao Rio. Por isso, a diretoria liberou o acesso dos familiares dos jogadores neste sábado.

"É uma maneira de aproximar mais a família dos atletas. No futebol temos muitos treinos e concentrações. A apoio e carinho da família é fundamental", explicou o diretor executivo de futebol do Flamengo, Felipe Ximenes, após liberar a entrada dos familiares na concentração.

Neste domingo, em mais um estágio da preparação para a retomada do Brasileirão no dia 16 de julho, o Flamengo faz jogo-treino contra o Tupi (MG), no CT Ninho do Urubu. E Ney Franco não poderá contar Hernane, Felipe e Cáceres, que ainda se recuperam de contusão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.