Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Neymar admite sentir saudade da 'paradinha'

Atacante do Santos lamenta e considera que a vida do goleiro é que ficou mais fácil

estadão.com.br,

25 de outubro de 2010 | 15h34

A fase de Neymar não é das melhores no Santos. No jogo de domingo, diante do lanterna Grêmio Prudente, ele foi um dos principais responsáveis pela derrota de virada por 3 a 2. Aos 36 minutos do segundo tempo, teve a chance de empatar a partida em cobrança de pênalti, mas acertou a trave e viu ficar muito complicada a situação da equipe na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

linkMartelotte cobra postura do Santos após derrota

linkRafael garante que Santos ainda pode vencer Brasileirão

linkInexplicável, Santos perde de virada para o lanterna Prudente

BRASILEIRÃO - lista Resultados | tabela Classificação

Nesta segunda-feira, durante a cerimônia de lançamento de seu site em São Paulo, ele admitiu que sente saudades da paradinha, recurso que está proibido pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) desde junho. "A paradinha ajudava o cobrador da penalidade, agora ficou mais fácil para o goleiro", lamentou.

No primeiro semestre deste ano, o jovem craque santistas costumava enganar os goleiros com a malandragem. Mas, desde que a paradinha foi vetada, ele já errou quatro cobranças. "Tenho que melhorar. Se tiver que cobrar, estou à disposição", disse.

No entanto, o técnico interino do Santos, Marcelo Martelotte, já estuda alternativas. Nos próximos confrontos do time, caso ocorra uma penalidade, Neymar deve ser poupado, e a responsabilidade deve ficar nos pés de Marcel ou Zé Eduardo.

Inesperado. O revés diante do Prudente na Vila não sai da cabeça de Neymar. "Relaxamos e tomamos a virada, isso não pode acontecer", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.