Neymar afirma que protestos pelo País vão motivar a seleção brasileira

Atacante diz compreender as reclamações da população e avisa que vai jogar 'inspirado'

O Estado de S. Paulo

19 de junho de 2013 | 15h21

FORTALEZA - O atacante da seleção brasileira Neymar publicou uma carta em uma rede social nesta quarta-feira para declarar que a onda de protestos que vem marcando o País nos últimos dias vai incentivar ainda mais a equipe para a disputa da Copa das Confederações. Antes do jogo contra o México, em Fortaleza, houve uma movimentação grande de manifestações nas proximidades da Arena Castelão.

"A única forma que tenho de representar e defender o Brasil é dentro de campo, jogando bola… E a partir deste jogo, contra o México, entro em campo inspirado por essa mobilização", avisou o atacante, que marcou um gol na estreia contra o Japão, no sábado. "Também quero um Brasil mais justo, mais seguro, mais saudável e mais honesto", completou.

No recado, postado na manhã desta quarta-feira, Neymar demonstrou solidariedade às manifestações. "Hoje, graças ao sucesso que vocês me proporcionam, poderia parecer demagogia minha – mas não é – levantar a bandeira das manifestações que estão ocorrendo em todo o Brasil. Mas sou brasileiro e amo meu país!", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.