Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Argentina x Brasil: Neymar reclama de dores e desfalca seleção

Enquanto atacante brasileiro estará ausente, Messi tem presença confirmada pelo técnico argentino Lionel Scaloni

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2021 | 17h29

O Brasil não contará com o atacante Neymar para o confronto contra a Argentina, nesta terça-feira, às 20h30, em San Juan, pelas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2022, no Catar. O craque brasileiro queixou-se de dores na região do adutor da coxa esquerda após o treino realizado na Academia de Futebol do Palmeiras na manhã desta segunda-feira.

Por não haver tempo hábil para a realização de exames complementares, a comissão técnica optou por preservar o atleta, que sequer viajará com a delegação.

O técnico Tite já tinha sinalizado mudanças na escalação do Brasil. Suspenso, o volante Casemiro deve dar vaga a Fabinho. O zagueiro Thiago Silva e o atacante Gabriel Jesus saem para as entradas de Militão e Matheus Cunha. Tite ainda não indicou o substituto de Neymar.

Nesta segunda-feira, o técnico Lionel Scaloni confirmou a presença de Messi no clássico e indicou que deve contar com o volante Leandro Paredes, do Paris Saint-Germain. A provável escalação da Argentina deve ter: Martinez, Molina, Romero, Otamendi e Acuña; De Paul, Paredes e Lo Celso; Messi, Di María e Lautaro Martinez.

O duelo entre Brasil e Argentina marca o confronto entre líder e vice das Eliminatórias e também as duas únicas seleções invictas na competição. A seleção tem 34 pontos, enquanto os argentinos somaram 28. Essa é a última data Fifa de 2021.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.