Neymar bate-boca com torcedor do City na Inglaterra: 'Tirei onda'

Atacante do Barcelona tira satisfação após provocação: 'Me xingou, mas não posso falar o que disse, minha mãe me deu educação' 

O Estado de S. Paulo

25 de fevereiro de 2015 | 09h02

 Cada vez mais adaptado ao futebol europeu, Neymar parece disposto a não levar desaforo para casa. Provocado por um torcedor do Manchester City após a vitória do Barcelona, por 2 a 1, no Ettihad, o atacante não se conteve e discutiu com o inglês, que o chamava de cai-cai e ainda o xingava. O craque brasileiro chamou o rival até para a briga.

O jogo de ida da Liga dos Campeões caminhava para seu final e Neymar já havia sido substituído. Sentado no banco de reservas, bem próximo aos torcedores do City, ele viu um jovem deixar os minutos finais de lado para provocá-lo. Vestido com a camisa de Yayá Touré, o inglês falava muito com o brasileiro e fazia gestos de cai-cai com as mãos. Após resistir por alguns segundos, o brasileiro passou a encará-lo e depois o chamou para a briga.

O árbitro terminou o jogo e Neymar saiu de saiu posição para ir até o local onde o provocador o aguardava. Ficaram cara a cara, mas os seguranças evitaram que chegassem às vias de fato. Sob pedidos para que parassem com a briga, cada um seguiu o seu destino. Mas Neymar não deixou barato e, na entrevista, ainda ironizou seu desafiante.

"Ele me xingou muito e eu tirei onda", afirmou o camisa 11, possivelmente usando a vitória e a vantagem do Barcelona para retrucar as palavras de baixo calão que ouviu. "Mas não posso falar o que ele me disse, minha mãe me deu educação", disse, já mais calmo, nas entrevista coletiva.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.