Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

Neymar comemora a boa exibição do Santos em Barueri

Atacante engata sequência de dribles que resulta em gol de Ibson na vitória sobre o Comercial

Paulo Galdieri, Agência Estado

22 de fevereiro de 2012 | 23h02

Neymar saiu de campo aplaudido pela torcida e elogiado. Parece ter saído de Barueri, sobretudo, satisfeito com o conjunto do time do Santos. Segundo o atacante, a equipe da Vila Belmiro conseguiu dar mais um passo para chegar ao estágio que a levou ao título da Copa Libertadores no ano passado.

"Encaixou. O Santos está consistente. Está fazendo gols e não está mais sofrendo lá atrás. Está encontrando o equilíbrio, a nossa identidade, para que a gente fique como a equipe que ganhou a Libertadores", afirmou o atacante.

Autor das principais jogadas do Santos contra o Comercial, Neymar disse que não se importou em ser, mais uma vez, o principal alvo das faltas dos adversários. Graças a ele, quase toda a defesa do time de Ribeirão Preto levou cartão amarelo. "Dor eu curo treinando", brincou.

O craque santista ficou em campo durante o jogo todo, apesar de ter enfrentado uma maratona de carnaval - ele assistiu à folia dos trios elétricos em Salvador, no domingo, e na noite seguinte aos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. "Cansar pra quê? Ainda sou jovem, tenho 20 anos".

O lance mais badalado da noite, a sequência de dribles durante arrancada que resultou no gol de Ibson, lembrou o que deu a Neymar o título de autor do gol mais bonito em 2011. Mas embora a jogada tenha sido praticamente toda feita por ele, o craque santista preferiu enaltecer a finalização de Ibson. "Se ele não tivesse feito o gol, não teria valido nada a jogada".

Ele, no entanto, destacou o fato de ter sido puxado e empurrado durante a arrancada, mas ter resistido à falta. "Consegui segurar pra ficar em pé ali".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.