Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Mario Ruiz/EFE
Mario Ruiz/EFE

Neymar culpa o gramado por pênalti perdido contra a Universidad

Atacante lamenta chance desperdiçada, mas demonstra confiança para o jogo da volta

estadão.com.br

23 de agosto de 2012 | 10h03

SÃO PAULO - O Santos ficou satisfeito com o empate por 0 a 0 com a Universidad de Chile na quarta-feira, pela decisão da Recopa sul-Americana, mas o resultado poderia ter sido ainda melhor se Neymar não tivesse errado um pênalti, no primeiro tempo. O atacante creditou sua falha as condições do gramado.

"O campo estava escorregando, até para bater tiro de meta, cobrança de falta e isso é coisa do futebol", lamentou o atacante, em entrevista à Fox Sports. Apesar do erro, Neymar mostrou confiança. "A chance deles era sair daqui vencendo. Agora vamos decidir em casa", lembrou.

O atacante Miralles seguiu a linha do companheiro e também acredita que o fato de jogar em casa por uma vitória simples é uma boa vantagem para o Santos. "Não perdemos e isso é um bom resultado. A partida foi equilibrado e acredito que temos possibilidades mais claras", analisou o argentino.

A única coisa que deixou os santistas incomodados é o fato do clássico contra o Palmeiras ser realizado já neste sábado, no Pacaembu. "Dava para adiar, mas a tabela está aí. Não tem o que fazer. Então vamos jogar e tentar fazer o melhor", lamentou o zagueiro Bruno Rodrigo.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCFutebolNeymarRecopa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.