José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Neymar defende prêmio de gol mais bonito do ano

Craque é indicado pela terceira vez por golaço contra o Internacional na Copa Libertadores

AE, Agência Estado

14 de novembro de 2012 | 12h28

ZURIQUE - Neymar está novamente entre os dez indicados ao Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano, dado pela Fifa a cada temporada. Depois de vencer em 2011 e ser indicado em 2010, o atacante do Santos volta a concorrer em 2012, desta vez pelo segundo dos três gols anotados por ele na vitória por 3 a 1 sobre o Internacional, pela fase de grupos da Libertadores, em março.

No lance, Neymar arranca do campo de defesa, passa por três marcadores e, em alta velocidade, dá um leve toque sobre o goleiro. No mesmo jogo, o atacante marcou outro gol semelhante e um de pênalti. Em 2010, ele havia sido indicado por um gol contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista, e no ano passado levou o prêmio por seu gol na derrota por 5 a 4 para o Flamengo, pelo Brasileirão.

Para conseguir o troféu pelo segundo ano seguido, Neymar terá que superar concorrentes como Lionel Messi, indicado por seu gol no amistoso entre Argentina e Brasil, em junho, nos Estados Unidos. Na ocasião, o atacante do Barcelona passou por Marcelo pelo lado direito do ataque, arrancou e bateu de fora da área, no ângulo.

 

Outro forte adversário de Neymar é o atacante colombiano Falcao Garcia, que fez uma verdadeira pintura em amistoso do seu Atlético de Madrid contra o América de Cali, em maio, ao finalizar de voleio, da entrada da área, um escanteio cobrado da direita.

Além de três dos melhores jogadores da atualidade, a lista de concorrentes conta com nomes menos famosos, como o francês Eric Hassli, pelo Vancouver Whitecaps, e o boliviano Gastón Mealla, pelo Nacional de Potosí. A mexicana Olivia Jimenez é a única representante feminina, com o gol marcado por sua seleção contra a Suíça.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.