Benoit Tissier / Reuters
Benoit Tissier / Reuters

Neymar desembarca em Paris para iniciar fase final de recuperação de sua lesão

Técnico do PSG não confirma se brasileiro se reapresentará ao clube na sexta-feira ou no sábado

Estadão Conteúdo

04 Maio 2018 | 09h26

Depois de deixar o Brasil na noite de quinta-feira, Neymar desembarcou na manhã desta sexta (início da tarde no horário local) na capital francesa, onde chegou a bordo de um avião particular no aeroporto Paris Le Bourget, exclusivo para voos privados, antes de deixar o local em uma van escoltada por uma viatura policial.

+ Escolha os seus 11 titulares da seleção brasileira para a Copa do Mundo 2018

Às vésperas da volta de Neymar, Cavani admite problemas com brasileiro

O astro brasileiro chegou para concluir no Paris Saint-Germain a fase final de seu processo de recuperação de uma cirurgia no quinto metatarso do seu pé direito, realizada no dia 3 de março, em Belo Horizonte. Desde então, o atacante vinha se tratando do problema com o auxílio do seu estafe em sua mansão na cidade de Mangaratiba (RJ).

Ao desembarcar no local onde apareceu nesta sexta-feira, o jogador também deu um grande "drible" na maior parte da imprensa, que o aguardava no aeroporto Charles de Gaulle, o principal de Paris, onde acabaram chegando em um voo comercial da empresa Air France os fisioterapeutas Ricardo Rosa e Rafael Martini. Os dois profissionais já vinham trabalhando para recuperar o atleta em solo brasileiro.

Neymar se lesionou no final de fevereiro, em partida do Paris Saint-Germain contra o Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês, e segue lutando para voltar a atuar o mais rápido possível e consequentemente atingir a forma ideal visando principalmente a Copa do Mundo, que começa no dia 14 de junho, na Rússia.

Ainda não se sabe se o atacante poderá participar de ao menos um jogo do time francês nesta reta final da temporada europeia. Na última quinta-feira, em entrevista coletiva, o técnico do PSG, Unai Emery, sequer conseguiu confirmar se o atacante se apresentaria ao clube nesta sexta-feira ou no sábado, assim como evitou prever uma data do retorno do astro aos gramados.

"Tenho a informação de que chega, mas não sei quando. Neymar chegará sexta ou sábado. Queremos que ele esteja conosco para disputar os últimos jogos da temporada", afirmou o comandante, que nesta sexta-feira dirigirá o PSG em partida contra o Amiens, fora de casa, às 15h45 (de Brasília), na abertura da antepenúltima rodada do Campeonato Francês, cujo título já foi assegurado pela equipe parisiense.

Depois de ter retirado na semana passada uma proteção que vinha usando em sua perna direita, Neymar desceu do avião andando normalmente nesta sexta-feira. No mês passado, ele previu que deveria fazer a sua volta aos treinos no PSG por volta do dia 17 de maio, sendo que a equipe fechará a sua campanha nesta edição do Francês no dia 19, contra o Caen, fora de casa. Antes disso, o time enfrentará o Rennes, em Paris, no dia 12, pela penúltima rodada da competição. Na próxima terça-feira, por sua vez, o PSG buscará o título da Copa da França em decisão contra o Les Herbiers.

Caso essa previsão do próprio jogador se confirme, o atacante retornaria aos treinamentos exatamente um mês antes da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo, contra a Suíça, em Rostov, no dia 17 de junho.

Ainda sem saber quando poderá contar com Neymar em boas condições de jogo, o técnico Tite anunciará a lista final de convocados da seleção brasileira para o Mundial no próximo dia 14, no Rio. Antes de estrear na Rússia, o Brasil fará amistosos contra a Croácia, no dia 3 de junho, em Liverpool, e contra a Áustria, no dia 10, em Viena.

Integrante do Grupo E da Copa do Mundo, o Brasil também terá pela frente a Costa Rica, no dia 22 de junho, em São Petersburgo, e a Sérvia, no dia 27, em Moscou, pela primeira fase da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.