Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

Neymar desfalca treino por 'síndrome viral', mas é relacionado pelo PSG

Goleiro Areola também perde treino pelo mesmo motivo, mas ambos não preocupam o técnico Unai Emery

Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2017 | 16h30

O atacante Neymar ficou de fora do treino do Paris Saint-Germain nesta terça-feira, mas deverá atuar normalmente diante do Caen, na quarta, em casa, pelo Campeonato Francês. O brasileiro se ausentou por um problema de saúde, que, segundo o clube, não preocupa para a partida.

+ Futebol francês pode acabar com a tecnologia da linha do gol

De acordo com comunicado divulgado pelo PSG, o motivo do desfalque de Neymar foi uma "síndrome viral". O clube relatou ainda que o goleiro Alphonse Areola se ausentou pela mesma razão. Os dois, porém, foram relacionados pelo técnico Unai Emery e devem entrar em campo normalmente.

Curiosamente, Neymar também perdeu treinos do PSG na semana passada. Na ocasião, foi liberado pelo clube para viajar ao Brasil por motivos pessoais e chegou a ser desfalque no confronto diante do Strasbourg, pela Copa da Liga Francesa. Seu retorno aconteceu no último sábado, diante do Rennes, pelo Campeonato Francês.

Se provavelmente terá Neymar para encarar o Caen, Emery não poderá contar com o lateral-direito Daniel Alves, suspenso. Pelo mesmo motivo, não jogarão o zagueiro Kimpembe e o volante Verratti. Os meio-campistas Rabiot e Ben Arfa serão os outros desfalques para a partida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolParis Saint-GermainNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.