AP Photo/Manu Fernandez
AP Photo/Manu Fernandez

Neymar desmente suposto desentendimento após eliminação do PSG: 'Não houve briga'

Brasileiro compartilhou uma troca de mensagens com o italiano e negou qualquer problema com o companheiro de time

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2022 | 13h10

O atacante Neymar foi às redes sociais negar que tenha se desentendido com o goleiro Donnarumma na eliminação do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões na quarta-feira. Segundo o jornal Marca, o brasileiro e o italiano, que falhou em um dos gols do adversário, tiveram que ser separados no vestiário. O brasileiro se mostrou irritado com a notícia publicada pelo diário espanhol após a derrota da equipe francesa para o Real Madrid e negou qualquer problema com o companheiro de time. 

"Eu odeio vir aqui e falar sobre notícias... Mas essa do post anterior é mentira. Não houve briga nenhuma dentro do vestiário!!! Jornalistas incompetentes que querem se promover, tenta a próxima ok?", publicou o camisa 10 do PSG no seu Instagram.

Neymar também compartilhou uma troca de mensagens com Donnarumma no Whatsapp em que o italiano envia a notícia do Marca sobre o suposto desentendimento entre os dois. "Olá Ney. Desculpa por ontem. Esta notícia é inaceitável". O brasileiro respondeu: "Tranquilo! Isso pode acontecer no futebol. Somos um time e estamos contigo. Você é muito novo ainda e vai ganhar muito! Levante-se e seguimos. Abraço".

Em mais uma temporada marcada por lesão, Neymar deu adeus à Liga dos Campeões sem balançar as redes. Foi a primeira vez em sua carreira que o brasileiro deixou a principal competição de clubes do mundo sem marcar um gol. No total, o jogador acumula nove edições da competição continental.

O PSG volta suas atenções agora para o Campeonato Francês em que lidera com grande folga. A equipe da capital soma 62 pontos contra 49 do vice-líder Nice. No domingo, o time recebe o Bordeaux e, na semana seguinte, visita o Monaco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.