Arquivo/AE
Arquivo/AE

Neymar deve ganhar vaga de titular no ataque santista

Técnico Vágner Mancini colocará o atacante na vaga de Molina; próximo jogo é contra o Atlético-MG

SANCHES FILHO, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 21h25

Neymar se despediu da reserva do Santos fazendo o gol da vitória por 1 a 0 no coletivo contra os juniores, nesta segunda-feira, no CT Rei Pelé. Domingo ele deve estar de volta ao time, no lugar de Molina. Até a derrota por 2 a 0 contra o Botafogo, no Engenhão, Vagner Mancini não via motivos para mexer no time. Mas no jogo do Rio, a defesa continuou falhando e o ataque pela primeira vez passou em branco no Campeonato Brasileiro. Embora procurasse disfarçar, o treinador deu uma pista, dizendo que no sábado o time só melhorou após a sua entrada do garoto.

Veja também:

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Não pela derrota, mas minha expectativa desde que saí era de voltar, embora ache mais importante fazer parte do elenco. Ser titular ou não, tanto faz", desconversou o atacante. Ele perdeu a posição pouco antes de o Santos ser surpreendido pelo terceiro gol do Goiás, no empate por 3 a 3, na Vila Belmiro, na segunda rodada do Brasileiro.

O jogo contra o Atlético-MG, domingo à noite, na Vila Belmiro, é rotulado como importante confronto direto por Mancini. Na palestra de 40 minutos que fez aos jogadores nesta segunda, o técnico mostrou que esse é um jogo estratégico para o time se firmar no G-4 e a hora certa para o retorno de Neymar.

"Depois que sai, fiquei triste, mas procurei me tranquilizar para um dia voltar. Segui treinando e estou preparado para novas oportunidades", avisou o atacante. "Aprendi que não se pode dar mole, deixar o adversário crescer em cima de você", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.