Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Neymar diz que clássico com Real Madrid será a partida 'mais importante'

Atacante, porém, considera que a ansiedade é a mesma de partidas normais

Agência Estado

23 de outubro de 2013 | 11h29

BARCELONA - Quatro meses após ser contratado pelo Barcelona, o brasileiro Neymar finalmente sentirá na pele toda a rivalidade de um clássico diante do Real Madrid. Neste sábado, o jogador enfrentará pela primeira vez o time madrilenho e não escondeu a expectativa para o que ele mesmo classificou como a partida "mais importante".

"Um clássico é o mais importante para qualquer jogador. É a partida em que todo jogador quer jogar, quer mostrar seu melhor futebol. Este será o meu primeiro clássico e desejo fazer uma grande estreia, de preferência com uma vitória", declarou o jogador, em entrevista à TV Barça. Mesmo diante de um dos maiores clássicos do futebol mundial, Neymar garantiu que a ansiedade é a mesma das outras partidas. "Particularmente, creio que a ansiedade é a mesma em todas as partidas. Entendo que se trata de um clássico muito importante, mas penso que a sensação de ter frio na barriga é a mesma que se vive antes de uma partida normal."

Neymar também comentou sobre o clássico entre Real Madrid e Barcelona que mais o marcou e lembrou do jogo da temporada 2005/2006, quando Ronaldinho Gaúcho marcou duas vezes e o time catalão venceu por 3 a 0 em pleno Santiago Bernabéu. "Me lembro de um clássico, acho que foi em 2005, em que Ronaldinho marcou dois gols. Esse é o Barça e Real que mais me lembro."

Do outro lado, Neymar terá pela frente um amigo, Marcelo, lateral do Real, com quem já conversou sobre a partida deste sábado. "Já falamos um pouco sobre o clássico. Temos uma relação fantástica, é um grande amigo que tenho no futebol, mas já lhe disse que dentro de campo vai ganhar o Barcelona", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFC BarcelonaNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.