Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Matt Childs/EFE
Matt Childs/EFE

Neymar diz que fica no PSG para ir à final outra vez e ganhar a Liga dos Campeões

Em entrevista à revista do clube francês, atacante encerra qualquer rumor sobre uma possível transferência

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2020 | 08h43

Alvo de rumores sobre a possibilidade de deixar o Paris Saint-Germain em janelas de transferências recentes, Neymar tratou de evitar qualquer especulação sobre o seu futuro. Em entrevista à revista do clube francês, divulgada nesta segunda-feira, assegurou que vai permanecer no time, com o intuito de voltar a disputar a decisão da Liga dos Campeões da Europa e dessa vez vencê-la.

"Vou ficar no PSG na próxima temporada. Fico com a ambição de chegar à final da Liga dos Campeões novamente, e desta vez ganhá-la. Gosto da ideia de fazer tudo ao meu alcance para colocar meu nome nos livros de história do clube", afirmou.

Na entrevista, Neymar destacou que a campanha do PSG na última Liga dos Campeões mostrou que o time é, hoje, um dos grandes do futebol europeu. Em Lisboa, sede das fases decisivas do torneio, o time passou pela Atalanta, nas quartas de final, e pelo RB Leipzig, nas semifinais, antes da derrota por 1 a 0 para o Bayern na decisão. "Se as pessoas duvidavam da presença do PSG como um grande clube europeu, essas dúvidas morreram em Lisboa", disse o atacante brasileiro.

Para Neymar, a participação do PSG na Liga dos Campeões demonstrou que o clube está no caminho certo para realizar o sonho de faturar a competição, o que é uma obsessão para os seus proprietários, especialmente após a aqusição do atacante brasileiro em 2017. "Saímos com a sensação de estarmos renovados e com confiança na nossa capacidade de um dia conquistar a Liga dos Campeões para escrever uma história ainda maior", disse.

As declarações elogiosas de Neymar ao PSG têm um tom bem diferente da postura adotada há um ano, quando entrou em conflito com o clube, interessado em retornar ao Barcelona. A transferência, porém, não se concretizou. Ele, então, permaneceu no time e fez parte de uma temporada marcante, com títulos do Campeonato Francês, da Copa da Liga e da Copa da França, além da ida à final da Liga dos Campeões, um desempenho celebrado pelo brasileiro. "Nunca vou esquecer o que vivi com este time. Formamos uma família e estou orgulhoso", comentou.

Estrela do PSG e também da seleção brasileira, Neymar também garantiu, na entrevista para a publicação do clube, que se sente confortável com a pressão e as cobranças. "Cheguei a um estágio em que acho normal ter que viver sob toda essa pressão, não só é normal, mas eu amo isso também", disse. "Gosto de desafios, tempos complicados, adversidades, realmente me sinto muito confortável com tudo isso", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.