Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Neymar diz que 'o bicho vai pegar' em jogo do Santos na Copa do Brasil

Time santista recebe Flamengo-PI na Vila Belmiro e avança de fase até com o 0 a 0

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2013 | 08h04

SANTOS - Depois de abrir 2 a 0 e encaminhar a classificação à próxima fase da Copa do Brasil no primeiro jogo contra o Flamengo do Piauí, em Teresina, o Santos vacilou e cedeu o empate - o jogo terminou em 2 a 2. Nesta quarta-feira, às 22h na Vila Belmiro, será realizado o jogo da volta. E é nesta partida que o craque Neymar prometeu: "o bicho vai pegar".

A comissão técnica e os principais líderes do time consideram o jogo desta quarta um ensaio para as fases decisivas do Campeonato Paulista. Também será a primeira decisão do Santos na temporada, que terá a vantagem de se classificar com vitória simples ou empate por 0 a 0 ou 1 a 1. Caso se repita o resultado de Teresina, a vaga será decidida na cobrança de pênaltis.

Ainda não se sabe se Muricy Ramalho vai manter o esquema com três atacantes usado no sábado contra o União Barbarense - Giva, Neymar e Patito Rodriguez - ou se voltará ao 4-4-2, esquema do jogo de ida contra o Flamengo, para encaixar Arouca (recuperado de lesão), ao lado de Renê Júnior, Cícero e Montillo. Léo, que foi poupado do jogo de sábado passado, também volta, além do próprio Muricy, que não dirigiu o time em Teresina e em Santa Bárbara, em razão de uma crise de diverticulite.

Um forte motivo para o treinador manter o esquema da última partida é que Neymar voltou a ser goleador atuando perto da área - foram dele os quatro gols do time. Como o adversário é bem inferior tecnicamente, também seria a oportunidade de ensaiar um esquema que poderá ser útil nos mata-matas do Paulistão, se a equipe estiver em desvantagem no marcador.

"Qualquer esquema é bem-vindo", disse o capitão Edu Dracena, após o treino desta terça à tarde, no CT Rei Pelé. "O Santos já jogou com duas linhas de quatro e agora está testando três na frente. É preciso encaixar as peças, não é por ter jogador de qualidade, que decide, que o time vai se entrosar. Seria necessária uma sequência de quatro ou cinco jogos, mas isso não é possível. Se empatar ou perder, o torcedor cobra, porque quer saber do resultado".

O zagueiro também lembrou que o Santos se dá bem em mata-matas. "O único jogo nesse tipo de disputa que perdemos foi contra o Corinthians, na semifinal da Libertadores do ano passado", concluiu.

SANTOS X FLAMENGO-PI

SANTOS - Rafael; Alan Santos, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Cícero e Montillo; Giva, Neymar e Patito Rodriguez. Técnico: Muricy Ramalho.

FLAMENGO-PI - Robson; Bruno Potiguar, Rafael Freitas, Alessandro e Niel; Marcelo, Léo Maceió, Neílson e Rafinha; Lúcio e Edson Di. Técnico: Josué Teixeira

Árbitro - Paulo Schlleich Volkopf; Horário - 22h00; TV - Band e ESPN Brasil; Local - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.