Franck Fife/ AFP
Franck Fife/ AFP

Neymar é expulso, e PSG perde o jogo e a liderança do Francês para o Lille

Em outro jogo importante da rodada, o Monaco goleou o Metz, por 4 a 0, e se aproximou da equipe parisiense

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2021 | 15h08

O Paris Saint-Germain perdeu a liderança para o Lille neste sábado ao ser derrotado por 1 a 0, no Parque dos Príncipes, na capital francesa. O jogo também marcou a volta de Neymar, após dez jogos afastado por causa de lesão. O astro brasileiro acabou expulso no fim da partida. O gol do canadense Jonathan David, aos 20 minutos da primeira etapa, garantiu o triunfo para o Lille, que chegou aos 66 pontos, contra 63 do PSG, que ainda viu o Monaco, também neste sábado, golear o Metz (nono colocado, com 42 pontos), por 4 a 0 e alcançar os 62 pontos.

O dia foi totalmente negativo para Neymar. Nenhuma de suas atitudes deram certo durante os 90 minutos em que esteve em campo. O brasileiro falhou nas cobranças de falta, além de desperdiçar duas grandes oportunidades, que normalmente transforma em gols. Uma em cada tempo.

No final, Neymar recebeu cartão vermelho após levar dois amarelos em lances que se irritou com marcadores, primeiro com André, depois com Djaló. No segundo lance, o brasileiro empurrou o adversário fora do campo e ambos foram expulsos; a confusão seguiu no túnel do vestiário, com os jogadores tendo que ser apartados pelos seguranças do estádio.

Na primeira etapa, logo aos seis minutos, o camisa 10 errou, livre, um voleio, dentro da área. No segundo tempo, o meia surgiu livre mais uma vez diante do goleiro e errou a cabeçada. Mbappé também não esteve em um dia muito inspirado e só levou grande perigo uma vez, ao obrigar pela defesa de Maignan. Aos 45 minutos do segundo tempo, Neymar, que já havia recebido cartão amarelo por desentendimentos com a marcação adversária, voltou a ficar irritado, reagiu mais uma vez e acabou expulso de campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.