Reuters/ David Klein
Reuters/ David Klein

Neymar e Jorginho desafiam supremacia e favoritismo de Messi pela disputa da Bola de Ouro

Os dois representantes brasileiros, que jamais levaram o prêmio, estão entre os 30 nomes da lista de candidatos ao prêmio

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2021 | 05h00

O vencedor do tradicional troféu oferecido pela revista francesa France Footbal será conhecido nesta segunda. A cerimônia de entrega da Bola de Ouro será realizada em Paris, no Théâtre du Chatelet. O evento contou com a participação de 180 jornalistas internacionais a fim de eleger o ganhador. A grande novidade dessa lista é a presença do volante Jorginho. Naturalizado italiano, ele foi campeão da última Liga dos Campeões da Europa com a camisa do Chelsea. Neymar é o outro brasileiro na lista dos 30 candidatos.

O favoritismo está mais uma vez centrado na figura de Lionel Messi, que atualmente é companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain. Ele foi o último vencedor, já que no ano passado não houve o evento em função da pandemia de covid-19.

Com seis taças conquistadas em sua estante nos tempos de Barcelona, o argentino pode levar o seu primeiro troféu com a camisa do time francês.

A expectativa em cima do seu nome aumentou depois que a RTP, Rádio e Televisão Portuguesa, noticiou que ele é o vencedor da edição deste ano.

Entre os finalistas, outro nome de peso é o do atacante Cristiano Ronaldo, que trocou a Juventus pelo Manchester United. O português, no entanto, não atravessa boa fase. No jogo deste final de semana, pelo Campeonato Inglês, ele iniciou a partida no banco de reservas e só entrou no segundo tempo.

Além de candidatos à Bola de Ouro para homens e mulheres, a France Football vai escolher o melhor goleiro da temporada por meio do troféu Yashin, em homenagem ao goleiro russo Lev Yashin, que brilhou nas décadas de 50 e 60.

O brasileiro Ederson, do Manchester City, está na lista dos dez candidatos que sonham em ganhar o prêmio. O júri do troféu Yashin foi o mesmo da Bola de Ouro Masculina. O atual detentor do prêmio de melhor goleiro do mundo é do brasileiro Alisson, que defende o Liverpool.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.