Neymar e Messi se transformam em dupla infernal para as defesas

Cinco motivos que fazem esses dois grandes jogadores de Brasil e Argentina falar o mesmo idioma no Barcelona, de Luis Enrique

Robson Morelli, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2014 | 11h37

Já não se pensa mais no Barcelona sem Messi e Neymar. Dois dos melhores jogadores do mundo juntam suas qualidades para fazer o time espanhol um dos mais perigosos e insinuantes da Liga dos Campeões. A técnica apurada e o refinamento das jogadas fazem do brasileiro e do argentino uma dupla de ataque para deixar defesa nenhuma do mundo tranquila em campo. Messi é ídolo do Barcelona há anos, eleito o melhor do planeta com a camisa grená do time catalão. Neymar se juntou aos jogadores do Camp Nou na temporada passada, depois de encerrar seu ciclo no Santos.

Em menos de um ano, o craque da seleção de Dunga mostra-se à vontade ao lado de jogadores, como Iniesta e o próprio Messi, que aprendeu a admirar quando ainda era um garoto. Gols e jogadas importantes fizeram Neymar admitir semana passada que ele já está totalmente adaptado ao Barcelona, à sua tradição e necessidade, quase obrigação, de vencer jogos e campeonatos. Em campo, demonstra também entrosamento absoluto com Messi, de quem foi adversário há duas semanas em Pequim, na China, na decisão do Superclássico das Américas. Veja cinco razões para o sucesso dessa dupla no Barcelona.

1. Vontade de ganhar

Tanto Messi quanto Neymar foram criados para se destacar, ganhar partidas e festejar campeonatos. São atletas na concepção da palavra. Assumiram o destino e a carreira no futebol e colocaram muito cedo na cabeça o desejo de vencer na profissão. Ambos são competitivos ao extremo.

2. Jogadores inteligentes

Neymar e Messi estão segundos à frente dos jogadores comuns no quesito 'idealizar' uma jogada. São inteligentes e atletas inteligentes se atraem. A história do futebol é repleta dessas duplas que, de alguma forma, se completam. Neymar e Messi são talentosamente iguais. Eles percebem as jogadas porque pensam da mesma forma. Fazem o simples porque aprenderam cedo que essa é a melhor forma de atuar. Da mesma maneira, vislumbram jogadas antes de elas acontecerem.

3. São jogadores de talento e habilidosos

Neymar é capaz de fazer tudo o que Messi faz e Messi também é capaz de realizar todas as proezas de Neymar. Isso só é possível porque ambos têm talento e habilidade com a bola. São jogadores diferentes e diferenciados, por exemplo, de Cristiano Ronaldo, que é mais um cara de força, objetivo e finalizador. Neymar e Messi estariam mais para criadores, embora tenham velocidade e condição técnica de sair em disparara com a bola e só parar dentro do gol, como já vimos na dupla. Não há nada que eles não consigam fazer em campo.

4. Senso de posicionamento

O passe que Messi deu para Neymar na partida desta quarta-feira do Barcelona contra o Ajax exemplifica bem esse senso de posicionamento que ambos têm, uma qualidade que transborda na dupla. Messi sabia exatamente onde estava Neymar. E o jogador brasileiro esperou o momento exato para se deslocar a fim de receber a bola em condição de gol, como aconteceu. Em qualquer lugar onde a bola esteja, Neymar e Messi se procuram primeiro com os olhos e depois com os passes e conclusões.

5. A alegria de jogar

Dê uma bola para Messi e Neymar e os deixem brincar. Eles poderiam passar horas com a pelota. Neymar e Messi se divertem jogando bola, têm prazer nos dribles, nas grandes jogadas, nos passes certeiros e, sobretudo, nos gols. A maioria dos jogadores, claro, sente esse prazer, mas é inegável que a dupla está passos à frente também nesse quesito. O próprio Neymar já disse se divertir jogando futebol, daí um pouco de sua destreza com a bola. Messi é igual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.