André Lessa/AE
André Lessa/AE

Neymar faz primeiro gol e Santos bate o Mogi por 3 a 0

Equipe da Vila Belmiro consegue boa vitória no Pacaembu e volta ao G-4 do Campeonato Paulista

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

15 de março de 2009 | 21h00

SÃO PAULO - A partida do Santos na noite deste domingo no Pacaembu não foi muito empolgante. Apesar da vitória por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, a equipe não fez uma grande exibição e só conseguiu furar o bloqueio do fraco adversário após quase 60 minutos de jogo. No entanto, o torcedor santista certamente viveu um momento histórico ao ver, aos 27 minutos do segundo tempo, o primeiro gol do jovem talentoso Neymar com a camisa do clube.

Veja também:

linkTorcida faz festa no Pacaembu para receber Giovanni 

linkTrazido por Giovanni, Paulo Henrique brilha no Santos

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com o triunfo, a equipe da Vila Belmiro termina a 14.ª rodada do Campeonato Paulista no G-4, o grupo dos quatro primeiros colocados que se classificarão para as semifinais. Com 27 pontos, o time supera a Portuguesa nos critérios de desempate e está um ponto a frente do Santo André, que neste domingo ficou no 0 a 0 com o Corinthians e deixou o 'grupo de elite'.

Já o Mogi Mirim terá que melhorar muito se não quiser ser rebaixado para a Série A-2. Com apenas nove pontos ganhos, a equipe segura a 'lanterna' do Campeonato Paulista, com cinco pontos a menos do que o Guaratinguetá, o primeiro time fora da 'degola'.

ATRAÇÃO

Neymar, que começou a se destacar na última Copa São Paulo de Juniores, entrou bem nos últimos dois jogos do Santos e foi decisivo na vitória sobre o Oeste e para que a equipe conseguisse no sufoco um empate contra o Paulista na última quarta-feira.

Por isso, o técnico Vágner Mancini resolveu colocá-lo pela primeira vez entre os titulares no confronto deste domingo. E certamente não se arrependeu.

Desde o apito inicial do árbitro, Neymar, de apenas 17 anos, mostrou mais uma vez que é um jogador diferenciado. Com belas jogadas principalmente pelo lado direito, ele atormentou a defesa do Mogi Mirim e o time da Vila só não abriu o placar porque errou muitas finalizações e o goleiro Marcelo Cruz teve boa atuação.

No entanto, após a 'bronca' do treinador no vestiário, o Santos voltou mais ligado e fez a felicidade do bom público que mais uma vez compareceu no Pacaembu.

Aos 11 minutos, Paulo Henrique Lima inaugurou o marcador após aproveitar rebote em chute de Germano. O gol 'abriu a porteira' do Mogi Mirim e o Santos caminhou com tranquilidade para a vitória.

Santos3
Fabio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Germano, Pará, Paulo Henrique Lima (Molina) e Lúcio Flávio; Neymar (Bolaños    ) e Roni (André)
Técnico: Vágner Mancini
Mogi Mirim0
Marcelo Cruz; Anderson Bahia, Thiago Couto (William), Negueti     e Julio César; Luiz Henrique    , Luciano Silva, Joelson (Rick) e Giovanni    ; Marcelo Régis (André Luís) e João Sales
Técnico: Paulo Campos
Gols: Paulo Henrique Lima, aos 11, Roni, aos 23, e Neymar, aos 27 minutos do segundo tempo

Árbitro: Márcio Roberto Soares

Público: 13.703 pagantes

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

O segundo gol foi de Roni, que teve bela atuação. Aos 23 minutos, ele aproveitou jogada de Luizinho pela direita e desviou para as redes.

Quatro minutos depois, veio o momento que a torcida do Santos mais esperava. Em belo cruzamento de Triguinho, Neymar, sem marcação, desviou de cabeça para o fundo do gol. O jovem atleta fez muita festa e foi o mais aplaudido pela torcida ao deixar o gramado aos 36 minutos, para a entrada de Bolaños.

FUTURO

Na próxima quarta, o Santos tem um duelo aparentemente tranquilo contra o Rio Branco-AC na Vila Belmiro pela Copa do Brasil. Para se classificar à segunda fase da competição, a equipe precisa apenas de um empate, pois venceu a partida de ida no Acre.

O confronto mais esperado pela torcida é o clássico de domingo contra o Corinthians no Pacaembu, quando o time deve ter a volta do artilheiro Kléber Pereira. Após o jogo deste domingo, Neymar já fez um comentário sobre o clássico.

"Quero muito enfrentar o Ronaldo, que é um dos meus ídolos", declarou o jovem atacante.

Já o Mogi Mirim faz no sábado em casa a partida dos desesperados contra o penúltimo colocado Guarani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.