Neymar faz três gols, Santos goleia e rebaixa o Goiás

O Santos derrotou o Goiás por 4 a 1 neste domingo graças a três gols marcados pelo atacante Neymar no final da partida, definida de forma empolgante. O resultado foi decepcionante para os torcedores da equipe goiana, pois com este resultado o time foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 22h31

Com 32 pontos e estacionado na 19ª e penúltima posição, o Goiás não consegue mais passar o Avaí, agora o 16.º colocado, que tem 40 pontos, pois apenas seis estão em disputa - faltam duas rodadas para o encerramento da competição. Assim, só resta aos goianos cumprirem tabela contra Atlético-MG e Corinthians, nos próximos dois domingos.

O jogo só começou depois de 37 minutos de atraso, devido a uma forte chuva e à queda de energia elétrica no Estádio Serra Dourada. Impulsionados pelo desespero - só a vitória manteria o time sonhando em permanecer na elite do futebol brasileiro -, o Goiás partiu com tudo para o ataque, mais na base da correria. O time criou boas chances antes de abrir a contagem, com o zagueiro Ernando, de cabeça, aos 11 minutos.

O Santos reagiu, e Danilo, em jogada individual, empatou aos 19 minutos com um chute cruzado no canto direito. Com isso, o Santos partiu para cima do adversário, tirando proveito do nervosismo do Goiás. Zé Eduardo e Neymar perderam duas chances para virar o jogo no primeiro tempo.

Na segunda etapa, só deu Santos. Depois de acertar uma bola na trave, Neymar, que voltou a todo vapor ao time, cobrou pênalti e virou o jogo aos 30 minutos. O Goiás ficou totalmente desequilibrado e o Santos aproveitou para ampliar e definir o placar, com mais dois gols de Neymar, aos 34 e aos 37 minutos.

Com esta vitória, os santistas, já sem pretensões na Série A, chegaram a 55 pontos, na sétima posição. O próximo jogo é também no domingo, contra o Avaí, novamente fora de casa.

Ficha técnica:

Goiás 1 x 4 Santos

Goiás - Harlei; Rafael Tolói, Ernando e Valmir Lucas; Douglas, Amaral, Carlos Alberto (Rithielly), Marcelo Costa (Bernardo) e Wellington Saci; Wendell Lira (Everton Santos) e Otacílio Neto. Técnico: Arthur Neto.

Santos - Rafael; Danilo (Maranhão), Edu Dracena, Durval e Pará; Adriano, Arouca (Roberto Brum), Rodriguinho e Marquinhos (Felipe Anderson); Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Marcelo Martelotte.

Gols - Ernando, aos 11, e Danilo, aos 19 minutos do primeiro tempo; Neymar, aos 30 (pênalti), aos 34 e aos 37 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Wellington Saci, Otacílio Neto e Valmir Lucas (Goiás); Rodriguinho e Neymar (Santos).

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).

Renda - R$ 105.825,00.

Público - 4.662 pagantes.

Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.