EFE/Marta Perez
EFE/Marta Perez

Neymar ganhou R$ 170 mil para autografar figurinhas, diz jornal

Lista com condições contratuais curiosas também conta com Cristiano Ronaldo, Thiago Silva e outros

O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2016 | 11h09

Com os recentes escândalos de sonegação de impostos envolvendo jogadores de futebol na Europa nos últimos dias, contratos milionários foram expostos, e alguns destes possuem cláusulas que chamaram a atenção por serem, no mínimo, diferentes. O jornal espanhol El Mundo divulgou uma lista com alguns dos grandes nomes do futebol mundial que possuem acordos com valores astronômicos e itens específicos e detalhados.

Neymar, por exemplo, ganhou cerca de R$ 170 mil para autografar 600 figurinhas de um álbum da empresa Panini. Em média, o atacante brasileiro ganhou cerca de R$ 280 reais por cada unidade. Outro brasileiro  que aparece na lista é Thiago Silva, que ao ser contratado pelo Paris Saint-Germain, teve todos os seus impostos atrasados na Itália pagos, com valores que chegam a R$ 9 milhões. Além disso, teria reembolso total de quaquer perda de patrocínio que a sua saída do Milan pudesse causar.

O português Cristiano Ronaldo também está entre as condições contratuais mais estranhas. O astro do Real Madrid exige que seus funcionários sejam impossibilitados de falar sobre sua vida pessoal por 70 anos após sua morte. Caso aconteça descumprimento da regra, é aplicada uma multa de R$ 1 milhão.

Outro nome que chama atenção por onde passa é Mario Balotelli. No Liverpool, o atacante tinha um bônus por bom comportamento, isso inclui não ser expulso em mais de três jogos, não usar linguajar e gestos ofensivos e não cuspitr tanto em adversários como em companheiros.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.