Loic Venance/AFP
Loic Venance/AFP

Neymar marca, PSG goleia fora e se classifica na Copa da França

Equipe parisiense avança na competição com vitória por 4 a 0 sobre o GSI Pontivy

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2019 | 20h22

O Paris Saint-Germain não teve muito trabalho para avançar de fase na Copa da França. Neste domingo, mesmo longe de ter uma atuação brilhante, o time confirmou o seu favoritismo e goleou o GSI Pontivy, da quinta divisão nacional, por 4 a 0, fora de casa. Neymar fez um dos gols do fácil triunfo. 

Após um período de recesso no Brasil, Neymar retornou à França na sexta-feira. Dois dias depois, o atacante brasileiro, que adotou dreadlocks em seu cabelo, entrou em campo para disputar a 50ª partida pelo PSG. 

Além de Neymar, o PSG também contou com dois brasileiros como titulares, casos do zagueiro Thiago Silva, que utilizou a braçadeira de capitão, e do lateral-direito Daniel Alves, que atuou mais avançado, no meio-campo do time parisiense. 

Neymar foi um dos destaques do jogo, tendo marcado o segundo gol do time, aos 24 minutos da etapa final. No lance, ele tabelou com Diaby, que entrou na área e passou para o brasileiro, que dominou e finalizou de carrinho para as redes, marcando no seu primeiro jogo em 2019. Neymar também teve participação direta no quarto gol do PSG, ao dar a assistência para Draxler marcar em um contra-ataque, aos 41 minutos. 

A atuação decisiva de Neymar não se resumiu a isso. Tanto que aos 23 minutos da etapa inicial, foi ele que fez o cruzamento que terminou no primeiro gol do PSG, que foi contra, pois Julé, ao tentar cortar, mandou a bola para a própria rede. 

Neymar, assim, só não participou do terceiro gol do PSG, que saiu após Paillot derrubar Mbappé na grande área. O atacante da seleção francesa executou a cobrança e marcou aos 32 minutos do segundo tempo para o atual tetracampeão da Copa da França e avançou aos 16 avos da competição. 

O PSG voltará a jogar na quarta-feira, quando receberá o Guingamp pelas quartas de final da Copa da Liga Francesa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.