Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Neymar não deve ser titular em amistoso contra a Croácia

Atacante está há três meses sem jogar por conta de cirurgia no pé

Almir Leite, enviado especial a Londres, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2018 | 12h29

Neymar deverá começar na reserva a partida amistosa de domingo da seleção brasileira contra a Croácia. A decisão foi tomada na manhã desta quinta-feira por Tite e sua comissão técnica. O craque poderá entrar na segunda etapa do jogo em Liverpool, mas não está definido por quanto tempo.

+ Tudo sobre a Copa do Mundo!

+ Leia as notícias sobre a seleção brasileira!

+ Trio de goleiros da seleção brasileira vai a campo e faz trabalho de saídas de gol

A ausência de Neymar no grupo que vai iniciar a partida teve como primeira consequência os comentários de que a recuperação da fratura do quinto metatarso do pé direito não está “transcorrendo normalmente'', como tem garantido o médico da seleção, Rodrigo Lasmar, e o preparador físico Fábio Mahseredjian. Mas a CBF garante que está tudo bem com o jogador, e que ele não teve nenhum retrocesso no processo de recuperação.

No treino desta quinta, Tite dividiu os jogadores em dois grupos. Um com os 11 que serão titulares contra os croatas e o outro dos reservas – sem Renato Augusto, que sentiu dores no joelho, e Douglas Costa, em recuperação de lesão na coxa. Neste, estava Neymar.

Com a ausência de Neymar, Tite vai repetir a equipe que derrotou a Alemanha por 1 a 0, em amistoso no mês de março. Com exceção de Daniel Alves, fora da seleção e da Copa por causa de grave contusão no joelho. O time que começa contra os croatas é: Alisson; Danilo, Thiago Silva (que ganhou a preferência em relação a Marquinhos), Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian e Gabriel Jesus.

Com isso, Tite revela a opção por uma equipe menos agressiva, mas com poder defensivo maior. Esse é o esquema que irá utilizar contra adversários mais fortes na Copa - soltando mais o time contra os considerados mais fáceis. Quando Neymar estiver em boas condições de jogo, porém, o treinador deverá retomar os planos iniciais, retirando Fernandinho. Mas Willian também tem a posição ameaçada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.