Nelson Almeida/AFP
Nelson Almeida/AFP

Neymar passa por cirurgia para corrigir fratura no pé direito

Atacante brasileiro foi operado em Belo Horizonte neste sábado pelo médico da seleção brasileira

Leandro Silveira, enviado especial a Belo Horizonte, O Estado de S.Paulo

03 Março 2018 | 11h42

O atacante Neymar foi operado na manhã deste sábado em Belo Horizonte, no hospital Mater Dei, para correção da fratura no quinto metatarso do pé direito. Ainda não há informações oficiais sobre a sua alta hospitalar, mas ela deve ocorrer na manhã deste domingo.

+ TEMPO REAL - Confira as informações atualizadas sobre a cirurgia de Neymar

+ Com operação em Belo Horizonte, Neymar começa a sua Copa do Mundo neste sábado

A operação de Neymar foi realizada por dois médicos, sendo um deles Rodrigo Lasmar, acompanhado por um anestesista. O procedimento contou com a colocação de um pino para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito de Neymar. Ele se machucou na vitória do PSG sobre o Olympique de Marselha, no último domingo, pelo Campeonato Francês.

O PSG decidiu concentrar as informações sobre a operação de Neymar e ainda não as divulgou. Mas o atacante da seleção brasileira permaneceu por duas horas no bloco cirúrgico do Mater Dei, localizado no quinto andar. Ele está agora na sala de recuperação. Depois, então, vai repousar no seu quarto, uma suíte vip e conjugada no 16º andar do hospital.

De acordo com previsão realizada por Lasmar antes da operação, Neymar poderá ficar por até três meses sem atuar, o que o faria realizar o seu retorno aos gramados às vésperas da Copa do Mundo, já em amistosos preparatórios para o torneio - a estreia da seleção brasileira na Rússia será em 17 de junho, diante da Suíça.

Além disso, esse tempo para recuperação poderá fazê-lo perder o restante da temporada 2017/2018 do futebol europeu, pois a finalíssima da Liga dos Campeões está agendada para 26 de maio, sendo que uma semana antes se encerrará o Campeonato Francês.

O esquema de segurança dentro do hospital é grande, para evitar o vazamento de informações. Por isso, há restrições no acesso aos elevadores e aos andares para os funcionários do Mater Dei. Além disso, a segurança foi reforçada nas entradas do hospital.

Neymar está no Brasil desde a manhã de quinta-feira, quando desembarcou no Rio, vindo de Paris. De lá, ele seguiu para sua residência em Mangaratiba, no litoral fluminense, onde repousou e se encontrou com familiares, amigos e a namorada Bruna Marquezine, deixando o local no início noite desta sexta, quando chegou a Belo Horizonte para a cirurgia deste sábado.

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Neymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.