Neymar perde pênalti e Brasil só empata com Colômbia

Em seu último desafio com o time principal neste ano, a seleção brasileira empatou com a Colômbia por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, em amistoso disputado em New Jersey, nos Estados Unidos. O amistoso, que marcou a 1000ª partida da história da seleção, teve Neymar como protagonista novamente. O atacante santista viveu momentos de herói e vilão no segundo tempo, ao marcar o gol brasileiro e desperdiçar um pênalti minutos depois.

FELIPE ROSA MENDES, Agência Estado

15 de novembro de 2012 | 00h45

O empate pôs fim a uma série positiva da seleção, que vinha de seis vitórias seguidas, desde a derrota na final olímpica. Ao mesmo tempo, o duelo foi o mais difícil desde os Jogos de Londres. A seleção da Colômbia conta com jogadores de destaque no futebol europeu, como o atacante Falcao Garcia, neutralizado pela defesa brasileira nesta quarta.

Depois do tropeço desta noite, a seleção de Mano volta a campo já na próxima quarta, dia 21. Sem seus principais jogadores, o treinador enfrentará a Argentina na partida adiada da volta do Superclássico das Américas. O duelo deveria ter sido disputado no dia 3 de outubro, mas um apagão no estádio da cidade de Resistencia impediu a realização do jogo. Será a última partida do time em 2012.

O JOGO - Depois da sequência de adversários mais fracos, a seleção de Mano percebeu que teria mais trabalho diante dos colombianos logo nos primeiros instantes da partida. O duelo começou "pegado", com muitas faltas, correria e erros de passe.

A Colômbia, contando com apoio maciço das arquibancadas, mostrou maior iniciativa nos primeiros minutos, principalmente pelas laterais, mas teve suas rápidas investidas neutralizadas pela defesa brasileira. O time de Mano foi mais incisivo no ataque e criou três boas chances de gol na etapa inicial.

Na primeira, Oscar descolou bom passe para Kaká avançar pela direita, entrar na área e finalizar com perigo, aos 17. A bola passou à direita do goleiro Ospina. Cinco minutos depois, Daniel Alves fez cruzamento preciso na cabeça de Neymar, livre de marcação na pequena área. O atacante, porém, cabeceou em cima de Ospina e desperdiçou a oportunidade.

A terceira grande chance brasileira também veio dos pés de Kaká. Aos 32, a bola sobrou no meio da área para o meia, que bateu colocado no travessão. O jogador do Real Madrid ainda teve arriscou de longe, em finalização da esquerda para fora, aos 41.

Sem sucesso no ataque, a seleção brasileira viu a Colômbia mostrar maior eficiência no fundamento. Aos 43 minutos, Cuadrado avançou pela direita, entrou na área e bateu cruzado, vencendo o goleiro Diego Alves. A bola acertou a trave antes de balançar as redes.

Depois do gol, o time de Mano voltou para o segundo tempo sem mudanças e com mais pressa. Em desvantagem no placar, a seleção acelerou o ritmo no meio-campo e passou a trocar passes com maior rapidez. Logo no primeiro minuto, Kaká iniciou jogada na intermediária e serviu Neymar, que bateu no canto, mas parou na defesa de Ospina.

Com sua engrenagem mais "azeitada", a seleção brasileira não demorou para buscar o empate. Neymar, que já havia levado perigo dois minutos antes, investiu pela esquerda e finalizou cruzado com precisão, aos 18: 1 a 1.

Protagonista do Brasil, o atacante foi de herói a vilão em apenas 16 minutos. Após empatar o jogo, Neymar desperdiçou a melhor chance do time no jogo ao errar cobrança de pênalti sofrido por Daniel Alves, aos 34. O atacante pegou mal na bola e mandou longe do gol, por cima do travessão. Nas arquibancadas, a torcida colombiana comemorou o lance.

Dentro de campo, porém, o time colombiano não conseguiu corresponder à empolgação de seus torcedores, que chegaram a gritar "olé" nos minutos finais do primeiro tempo. Com Falcao Garcia bem marcado, a Colômbia tentou arriscar nos contra-ataques nos instantes finais da partida, mas parou na dupla Daviz Luiz-Thiago Silva.

O Brasil, por sua vez, não conseguiu produzir mais no setor ofensivo na parte final. Mesmo com as entradas de Lucas e Giuliano, o ataque reduziu o ritmo e se contentou com o empate no placar.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 1 x 1 COLÔMBIA

BRASIL - Diego Alves; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva, Leandro Castán (Fábio Santos); Paulinho, Ramires, Thiago Neves (Lucas), Oscar (Giuliano), Kaká; Neymar. Técnico: Mano Menezes.

COLÔMBIA - Ospina; Cuadrado, Mosquera, Yepes, Armero; Valencia, Sanchez, Rodrígues, Macnelly Torres (Ramírez); Martínez (Gutierrez) e Falcao Garcia. Técnico: José Pekerman.

GOLS - Cuadrado, aos 43 minutos do primeiro tempo. Neymar, aos 18 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leandro Castán, Yepes, Ramires, Armero.

ÁRBITRO - Mark Geiger (EUA).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 38.624 pagantes.

LOCAL - Estádio MetLife, em New Jersey (EUA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasilColômbiaamistoso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.