Ricardo SAibun/Agif - 20/01/2010
Ricardo SAibun/Agif - 20/01/2010

Neymar pode pegar até 18 jogos de suspensão

Denunciado por agressão física e atitude antiética, atacante santista aguarda julgamento do TJD

AE, Agencia Estado

17 de março de 2010 | 14h42

A Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP) foi mais severa do que o esperado. Nesta quarta-feira, denunciou Neymar por agressão física e atitude antiética, pela expulsão contra o Palmeiras, e pode suspender o jogador do Santos por até 18 partidas. O julgamento ocorrerá na segunda.

No clássico de domingo, vencido pelo Palmeiras por 4 a 3, o atacante santista fez falta dura em Pierre, por trás, e ofendeu o árbitro Antonio Rogério Batista do Prado após ser expulso.

Inicialmente, esperava-se que o jogador fosse denunciado por jogada violenta - suspensão máxima de seis jogos -, mas o TJD surpreendeu e considerou a falta em Pierre uma agressão, com suspensão prevista de quatro a 12 partidas. Também indiciado pelos xingamentos ao árbitro, sua pena pode assim chegar a 18 confrontos.

Mesmo que seja absolvido na próxima semana, Neymar cumprirá suspensão automática e está fora do jogo contra o Ituano, domingo, pelo Campeonato Paulista. Esta foi a primeira expulsão em sua carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.