Neymar é informado pelo PSG de que não está mais nos planos do clube, diz jornal

Segundo reportagem do 'El País', pai do craque brasileiro já foi informado da decisão, que teve a 'bênção' de Mbappé

Redação - O Estado de S.Paulo

Uma bomba sacudiu o noticiário do futebol internacional nesta terça-feira. Segundo o jornal El País, o Paris Saint-Germain comunicou Neymar de que o brasileiro não faz mais parte dos planos do clube. A decisão já teria sido informada ao pai do camisa 10, responsável pela carreira do jogador, e teria a "bênção" do atacante Kylian Mbappé, principal nome do time na última temporada. 

De acordo com a publicação, a decisão por não contar mais com Neymar começou a tomar forma após o clube renovar o contrato com Mbappé, principal referência do projeto esportivo do PSG atualmente. Porém, a estrela francesa de 23 anos exigiu mudanças para estender o seu vínculo. Entre elas, a saída do brasileiro Leonardo do cargo de diretor esportivo, de quem Neymar é próximo. 

De saída? Em baixa no PSG, Neymar teria sido informado que clube não conta mais com o seu futebol Foto: Phil Noble|Reuters

Durante as conversas pela renovação, Mbappé ainda teria se queixado à diretoria parisiense da indisciplina de Neymar durante a rotina de treinos e na recuperação de lesões. O atacante da seleção francesa acertou no mês passado a sua permanência no PSG até 2025, em uma longa novela que quase terminou com a jovem estrela no Real Madrid. 

Continua após a publicidade

Ainda de acordo com a reportagem, o PSG busca uma solução amigável para o caso. O pai de Neymar se mostrou compreensivo, mas exige o pagamento do que está estipulado no contrato, válido até 2025 e com cláusula de renovação automática por mais dois anos. O valor gira na casa de 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão). 

"O PSG está procurando um clube comprador para assumir a transferência e os custos do contrato, mas como isso parece impossível, como indicam os funcionários do Al-Khelaifi, a opção mais realista é realizar um empréstimo. Diante dessa possibilidade, o PSG informou ao pai de Neymar que estaria disposto a pagar a parte do salário que o clube de destino não assumiu, e que faria a renda por meio de sua fundação, o Instituto Neymar Júnior. A empresa, com base em São Paulo, é patrocinada, entre outras empresas, pela Qatar Airways", diz o texto. 

Na última semana, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, despistou sobre uma possível saída do craque brasileiro. Ao diário esportivo Marca, da Espanha, ele se limitou a dizer que "jogadores sairão", mas disse não poder falar abertamente sobre as negociações com a imprensa. 

Neymar foi contratado pelo PSG junto ao Barcelona, em 2017, por 222 milhões de euros (R$ 812 milhões na cotação da época), se tornando o jogador mais caro da história do futebol. Apesar das grandes atuações no Campeonato Francês, o brasileiro não conseguiu levar o clube de Paris ao título da Liga dos Campeões, acumulou lesões e caiu em desgraça com os torcedores. Na última temporada, o atacante fez apenas 13 gols em 28 jogos. 

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Neymar é informado pelo PSG de que não está mais nos planos do clube, diz jornal

Segundo reportagem do 'El País', pai do craque brasileiro já foi informado da decisão, que teve a 'bênção' de Mbappé

Redação - O Estado de S.Paulo

Uma bomba sacudiu o noticiário do futebol internacional nesta terça-feira. Segundo o jornal El País, o Paris Saint-Germain comunicou Neymar de que o brasileiro não faz mais parte dos planos do clube. A decisão já teria sido informada ao pai do camisa 10, responsável pela carreira do jogador, e teria a "bênção" do atacante Kylian Mbappé, principal nome do time na última temporada. 

De acordo com a publicação, a decisão por não contar mais com Neymar começou a tomar forma após o clube renovar o contrato com Mbappé, principal referência do projeto esportivo do PSG atualmente. Porém, a estrela francesa de 23 anos exigiu mudanças para estender o seu vínculo. Entre elas, a saída do brasileiro Leonardo do cargo de diretor esportivo, de quem Neymar é próximo. 

De saída? Em baixa no PSG, Neymar teria sido informado que clube não conta mais com o seu futebol Foto: Phil Noble|Reuters

Durante as conversas pela renovação, Mbappé ainda teria se queixado à diretoria parisiense da indisciplina de Neymar durante a rotina de treinos e na recuperação de lesões. O atacante da seleção francesa acertou no mês passado a sua permanência no PSG até 2025, em uma longa novela que quase terminou com a jovem estrela no Real Madrid. 

Continua após a publicidade

Ainda de acordo com a reportagem, o PSG busca uma solução amigável para o caso. O pai de Neymar se mostrou compreensivo, mas exige o pagamento do que está estipulado no contrato, válido até 2025 e com cláusula de renovação automática por mais dois anos. O valor gira na casa de 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão). 

"O PSG está procurando um clube comprador para assumir a transferência e os custos do contrato, mas como isso parece impossível, como indicam os funcionários do Al-Khelaifi, a opção mais realista é realizar um empréstimo. Diante dessa possibilidade, o PSG informou ao pai de Neymar que estaria disposto a pagar a parte do salário que o clube de destino não assumiu, e que faria a renda por meio de sua fundação, o Instituto Neymar Júnior. A empresa, com base em São Paulo, é patrocinada, entre outras empresas, pela Qatar Airways", diz o texto. 

Na última semana, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, despistou sobre uma possível saída do craque brasileiro. Ao diário esportivo Marca, da Espanha, ele se limitou a dizer que "jogadores sairão", mas disse não poder falar abertamente sobre as negociações com a imprensa. 

Neymar foi contratado pelo PSG junto ao Barcelona, em 2017, por 222 milhões de euros (R$ 812 milhões na cotação da época), se tornando o jogador mais caro da história do futebol. Apesar das grandes atuações no Campeonato Francês, o brasileiro não conseguiu levar o clube de Paris ao título da Liga dos Campeões, acumulou lesões e caiu em desgraça com os torcedores. Na última temporada, o atacante fez apenas 13 gols em 28 jogos. 

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.