Neymar recebe visita do filho e amigos em dia de folga da seleção

Após vitória do Brasil, na última segunda-feira, os jogadores puderam descansar ao lado dos familiares, na Granja Comary

Leandro Silveira - enviado especial a Teresópolis, Agência Estado

24 de junho de 2014 | 16h05

Um dia após voltar a ser decisivo para a seleção brasileira com os dois gols marcados na vitória por 4 a 1 sobre Camarões, em Brasília, que garantiu a classificação da equipe para as oitavas de final da Copa do Mundo, o atacante Neymar pôde celebrar a sua excelente atuação e a condição de artilheiro do torneio ao lado dos seus familiares, incluindo o filho Davi Lucca.

No início da tarde desta terça-feira, um helicóptero pousou nas dependências da Granja Comary, com vários parentes do craque do Barcelona. Entre eles, estava o seu herdeiro, Davi Lucca. Após o pouso do helicóptero, eles seguiram direto para a área reservada aos jogadores no centro de treinamentos da seleção.

Mais cedo, durante a manhã, uma van levou outros parentes e amigos de Neymar até a Granja Comary. E a sua irmã, Rafaella Santos, deu um pequeno susto, ao se sentir mal. Por isso, precisou ter a sua pressão medida logo após desembarcar na concentração da seleção.

Além dos parentes e amigos de Neymar, familiares e pessoas próximas a outros jogadores da seleção também os visitaram na Granja Comary nesta terça-feira. Até por isso, a CBF montou um ambiente especial para as crianças, com vários brinquedos, para que elas pudessem se divertir no local.

Esta terça-feira é o terceiro dia de folga da seleção desde o início da preparação da equipe para a Copa, no final de maio. Dessa vez, porém, os jogadores não puderam viajar para outros locais e tiveram que permanecer em Teresópolis.

Após o dia de descanso, a seleção volta a treinar nesta quarta-feira, às 13 horas, na Granja Comary, iniciando a preparação para o duelo com o Chile, sábado, em Belo Horizonte, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.