Instagram neymarjr
Instagram neymarjr

Neymar reclama de suspensão de Gabriel Jesus e ironiza: 'Estão de parabéns'

Atacante fez uma postagem na madrugada de quarta-feira para criticar decisão que tira o atacante da final da Copa América

Redação, Estadão Conteúdo

07 de julho de 2021 | 09h09

A suspensão de dois jogos de Gabriel Jesus pela expulsão contra o Chile, na última sexta-feira, pelas quartas de final da Copa América, não foi bem digerida pelos jogadores da seleção brasileira. Em especial Neymar, que usou as suas redes sociais na madrugada desta quarta-feira para reclamar da punição que tirou o atacante do Manchester City da decisão contra a Argentina, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Em uma postagem no Stories do Instagram, o camisa 10 da seleção brasileira fez críticas à Comissão Disciplinar da Conmebol, que anunciou a suspensão na noite de terça-feira, e também ironizou a decisão dando "parabéns". "Muito triste estar nas mãos de pessoas que tomam essas decisões. Bela analisada que deram no lance, hein? Estão de parabéns", disse.

Gabriel Jesus recebeu o cartão vermelho direto após levantar demais a perna e acertar o rosto de Mena, em lance aos três minutos do segundo tempo da partida entre Brasil e Chile. O atacante cumpriu a suspensão automática diante do Peru, na semifinal, mas a Conmebol anunciou o gancho de dois jogos. A expulsão rendeu ainda uma multa de US$ 5 mil (o equivalente a R$ 26 mil na cotação atual). O valor é automaticamente descontado do que a CBF teria para receber como premiação pela disputa da Copa América. A punição não cabe recurso.

Esta foi apenas a segunda expulsão da seleção brasileira na era Tite. Curiosamente, a primeira já havia sido com Gabriel Jesus. O jogador do Manchester City levou cartão amarelo e depois o vermelho na final da Copa América de 2019 contra o Peru, no Maracanã. O Brasil venceu a decisão por 3 a 1 e foi campeão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.