Juan Carlos Romo/EFE
Juan Carlos Romo/EFE

Neymar pode passar Zico na artilharia da seleção já no Chile

Atacante precisa de mais 5 gols para ultrapassar o Galinho

ALMIR LEITE E GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2015 | 12h56

Os gols que Neymar vai fazendo a cada jogo já o colocam na história da seleção brasileira. Atualmente, o jogador de 23 anos tem 44 gols em 64 jogos pelo time do Brasil. Ele já é o quinto maior artilheiro da seleção. Se continuar com a média atual de 0,7 gols por partida, Neymar vai superar facilmente Zico, que atualmente está em quarto lugar no ranking dos artilheiros históricos da Seleção com 48 gols.

Essa conquista pode acontecer até mesmo na Copa América - o Brasil enfrenta a Colômbia nesta quarta-feira, no segundo jogo da fase de grupos e, em caso de vitória, já estará classificado para as quartas de final. Neymar marcou um gol na estreia e deu uma assistência para Douglas Costa no triunfo por 2 a 1 sobre o Peru.

Para superar Romário (terceiro da lista com 55 gols), a trajetória é mais longa. O ponto positivo para Neymar é o fato de o Brasil disputar as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, o grande objetivo da equipe. Nesse contexto, Neymar tem possibilidades de alcançar até Ronaldo, o segundo no ranking com 62 gols.

Após a vitória sobre o Peru, o atacante tentou relativizar a importância das marcas pessoais. "Quero continuar atingindo marcas e ajudando minha equipe com gols e passes ou o que quer que seja", disse.

CONFIRA A LISTA DOS ARTILHEIROS DA SELEÇÃO

1º) Pelé (77 gols - 92 jogos)

2º) Ronaldo (62 gols - 98 jogos)

3º) Romário (55 gols - 70 jogos)

4º) Zico (48 gols - 72 jogos)

5º) Neymar (44 gols - 64 jogos)

6º) Bebeto (39 gols - 75 jogos)

7º) Rivaldo (34 gols - 74 jogos)

8º) Ronaldinho Gaúcho (33 gols - 93 jogos)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraNeymarZico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.