Neymar será julgado nesta segunda por agressão física

O atacante Neymar será julgado nesta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol (FPF) pela expulsão no clássico em que o Santos perdeu para o Palmeiras por 4 a 3, no último dia 14, na Vila Belmiro.

AE, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 08h13

Aos 37 minutos do segundo tempo, o atacante santista fez falta dura no volante palmeirense Pierre, lance que lhe valeu o cartão vermelho. Além disso, Neymar teria xingado o árbitro Antonio Rogério Batista do Prado antes de sair do campo.

De acordo com a denúncia, Neymar pode pegar até 18 jogos de punição. Porém, os advogados do Santos esperam que o fato de o jogador ser primário represente a aplicação da pena mínima, ou seja, cinco partidas.

Além disso, existem brechas que podem beneficiar o atleta. Uma delas é a que permite converter parte da pena em cestas básicas. Para isso, Neymar teria de cumprir metade da punição (três jogos). Como já cumpriu o primeiro neste domingo, diante do Ituano, o santista ainda ficaria fora das partidas contra o Botafogo, na próxima quinta, e contra o Monte Azul, no dia 28.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.