Reuters
Reuters

Neymar, Thiago Silva e Felipão disputam prêmio da Fifa

Brasileiros terão a concorrência de jogadores como Cristiano Ronaldo, Messi, Ribery e Bale

Agência Estado

29 de outubro de 2013 | 09h05

SÃO PAULO - A Fifa e a revista France Football anunciaram nesta terça-feira a lista de 23 jogadores candidatos à Bola de Ouro da Fifa e indicaram os brasileiros Neymar, atualmente no Barcelona, e Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, ao prêmio, que será entregue ao melhor jogador do futebol mundial em 2013. Além disso, Luiz Felipe Scolari, comandante da seleção brasileira, está entre os indicados ao prêmio de treinador do ano. Após defender o Santos no primeiro semestre, Neymar foi negociado com o Barcelona e já vem se destacando no futebol europeu, tanto que no último fim de semana marcou um dos gols do seu time em vitória sobre o rival Real Madrid em clássico válido pelo Campeonato Espanhol. Além disso, participou da vitoriosa campanha da seleção brasileira na Copa das Confederações.

Conquista do Brasil que também contou com a participação de Thiago Silva, capitão da equipe. O zagueiro também foi campeão na última temporada do Campeonato Francês pelo Paris Saint-Germain, o seu atual clube, do qual é titular absoluto. O zagueiro foi incluído pela primeira vez na relação de 23 indicados da Fifa, ao contrário de Neymar, que agora tem o desafio de ser um dos finalistas da premiação, o que nunca conseguiu. Campeão da Liga dos Campeões da Europa na última temporada, o Bayern de Munique dominou a relação de indicados con seis jogadores: Philipp Lahm, Thomas Müller, Manuel Neuer, Franck Ribéry, Arjen Robben e Bastian Schweinsteiger. Já o Barcelona vem em seguida com quatro indicados: Neymar, Xaxi, Andrés Iniesta e Lionel Messi.

Messi, aliás, foi eleito o melhor jogador do mundo nos últimos quatro anos, sendo um deles antes mesmo da unificação das premiações da Fifa e da France Football, e tentará conquistar a honraria pelo quinto ano consecutivo. E ele terá como concorrente, mais uma vez, o português Cristiano Ronaldo. Além da lista de candidatos à Bola de Ouro, a Fifa também revelou nesta terça a relação de técnicos que vão concorrer ao prêmio de treinador do ano. E Felipão, de volta à seleção brasileira e campeão da Copa das Confederações em junho, está entre os dez indicados. A lista conta também com o escocês Alex Ferguson, que encerrou a sua vitoriosa passagem pelo Manchester United na última temporada, e Jupp Heynckes, que faturou o título da Liga dos Campeões pelo Bayern.

No começo de dezembro, a Fifa e a France Football anunciarão os nomes das três jogadoras e dos três jogadores, bem como do trio de treinadores de futebol feminino e masculino que receberem o maior número de votos, além dos indicados ao Prêmio Puskas, dado ao gol mais bonito do ano, e da lista de pré-selecionados para o time ideal, incluindo os melhores goleiros, defensores, meio-campistas e atacantes. Os vencedores desses prêmios serão conhecidos durante a Festa de Gala da Fifa, evento marcado para o dia 13 de janeiro de 2014, em que também serão feitas as premiações do futebol feminino, que tiveram os indicados revelados na semana passada. Além disso, a Fifa apresentará os escolhidos para a seleção ideal e os ganhadores do Prêmio Puskas, do Prêmio Presidencial e do Prêmio Fifa Fair Play.

BOLA DE OURO

Gareth Bale (Gales, ex-Tottenham e hoje no Real Madrid)

Edinson Cavani (Uruguai, ex-Napoli e hoje no Paris Saint-Germain)

Radamel Falcao (Colômbia, ex-Atlético de Madrid e hoje no Monaco)

Eden Hazard (Bélgica, Chelsea)

Zlatan Ibrahimovic (Suécia, Paris Saint-Germain)

Andrés Iniesta (Espanha, Barcelona)

Philipp Lahm (Alemanha, Bayern)

Robert Lewandowski (Polônia, Borussia Dortmund)

Lionel Messi (Argentina, Barcelona)

Thomas Müller (Alemanha, Bayern)

Manuel Neuer (Alemanha, Bayern)

Neymar (Brasil, ex-Santos e hoje no Barcelona)

Mesut Özil (Alemanha, ex-Real Madrid e hoje no Arsenal)

Andrea Pirlo (Itália, Juventus)

Franck Ribéry (França, Bayern)

Arjen Robben (Holanda, Bayern)

Cristiano Ronaldo (Portugal, Real Madrid)

Bastian Schweinsteiger (Alemanha, Bayern)

Luis Suárez (Uruguai, Liverpool)

Thiago Silva (Brasil, Paris Saint-Germain)

Yaya Touré (Costa do Marfim, Manchester City)

Robin Van Persie (Holanda, Manchester United)

Xavi (Espanha, Barcelona)

TREINADORES INDICADOS

Carlo Ancelotti (Itália/ex-Paris Saint-Germain e hoje no Real Madrid)

Rafael Benítez (Espanha/ex-Chelsea e hoje no Napoli)

Antonio Conte (Itália/Juventus)

Vicente Del Bosque (Espanha/seleção espanhola)

Alex Ferguson (Escócia/ex-Manchester United)

Jupp Heynckes (Alemanha/ex-Bayern)

Jürgen Klopp (Alemanha/Borussia Dortmund)

José Mourinho (Portugal/ex-Real Madrid e hoje no Chelsea)

Luiz Felipe Scolari (Brasil/seleção brasileira)

Arsène Wenger (França/Arsenal)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.