Rhona Wise/AFP
Rhona Wise/AFP

Neymar volta com gol e assistência, e Brasil empata com a Colômbia

Seleção brasileira ficou no 2 a 2 em partida realizada nos Estados Unidos; atacante não jogava desde o dia 5 de junho

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2019 | 23h32

Após três meses sem jogar, Neymar voltou a atuar pela seleção brasileira e participou dos dois gols no empate por 2 a 2 no amistoso com a Colômbia. O atacante cobrou escanteio para Casemiro abrir o placar e depois aproveitou cruzamento de Daniel Alves para marcar o segundo. Do lado colombiano, Muriel fez os dois gols no Hard Rock Stadium, em Miami, nos Estados Unidos.

Neymar agora tem 61 gols marcados pela seleção brasileira e está a cinco de igualar Zico, terceiro maior artilheiro do time verde e amarelo. Pelé é o goleador máximo, com 95 gols, e Ronaldo está em segundo, com 67. 

No amistoso desta sexta-feira, o camisa 10 ainda sofreu um pênalti não marcado pelo árbitro americano Ismail Elfath. Aos 28 do segundo tempo, ele foi empurrado por Sánchez dentro da área, mas o juiz marcou tiro de meta. O jogo não teve o auxílio do VAR (árbitro de vídeo, na sigla em inglês). Neymar também se desentendeu com Barrios, e os dois trocaram tapas durante a partida. Após o apito final, Tersillo foi para cima do jogador brasileiro e Casemiro chegou para afastá-lo.

O amistoso contra a Colômbia foi a primeira partida do Brasil depois do título da Copa América conquistado em julho. Neymar não participou da competição por causa da lesão no tornozelo direito sofrida contra o Catar, no dia 5 de junho. Desde então, o atacante se recuperou, mas não atuou pelo Paris Saint-Germain, da França. Ele queria se transferir para o Barcelona, da Espanha, mas os clubes não chegaram a um acordo.

Após voltar a jogar pela seleção brasileira, fica a expectativa de Neymar ser utilizado pelo técnico Thomas Tuchel no PSG. Ele ainda não foi relacionado para alguma partida neste início de temporada europeia e chegou a ser xingado pela torcida do clube francês.

Bancado por Tite mesmo com os três meses sem atuar, Neymar cobrou escanteio pela direita na medida para Casemiro abrir o placar aos 19 minutos do primeiro tempo. A festa brasileira durou pouco. Muriel empatou aos 25, em cobrança de pênalti, e fez o da virada aos 34. Em ambos, o lateral-esquerdo Alex Sandro contribuiu: primeiro cometeu o pênalti e depois chegou atrasado no lance.

Para o segundo tempo, as duas seleções voltaram sem mudanças. O Brasil pressionou nos primeiros minutos e chegou ao empate aos 13, quando Coutinho enfiou linda bola para Daniel Alves, que cruzou e viu Neymar completar para o fundo da rede.

A seleção brasileira manteve o ímpeto ofensivo e continuava sem mudanças, enquanto a Colômbia passou a fazer substituições. A primeira mexida verde e amarela só foi acontecer aos 34, com a estreia de Bruno Henrique na vaga de Coutinho. Das seis mudanças permitidas, Tite realizou apenas três, enquanto a Colômbia utilizou todas. A entrada e saída dos jogadores travou a partida nos minutos finais, e o amistoso terminou empatado nos Estados Unidos.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 2 x 2 COLÔMBIA

BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho (Bruno Henrique); Richarlison (David Neres), Neymar e Firmino (Paquetá). Técnico: Tite.

COLÔMBIA: Ospina; Medina (Orejuela), Mina, Sánchez e Tesillo; Barrios, Uribe (Lerma) e Cuadrado (Moreno); Roger Martínez (Luis Díaz), Muriel (Berrío) e Zapata (Borré). Técnico: Carlos Queiroz.

GOLS: Casemiro, aos 19 minutos do primeiro tempo; Muriel, aos 25 minutos do primeiro tempo; Muriel, aos 34 minutos do primeiro tempo; Neymar, aos 13 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Ismail Elfath (EUA).

CARTÃO AMARELO: Casemiro.

LOCAL: Hard Rock Stadium, em Miami (EUA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.