Neymar volta e renova a esperança do Santos na Vila

O Santos volta a ter esperança no Campeonato Brasileiro com o retorno de Neymar contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 22 horas, na Vila Belmiro, pela 24.ª rodada. Até o técnico Muricy Ramalho já não acredita na possibilidade de conquista de título, porém não descarta a classificação para a Copa Libertadores de 2013.

SANCHES FILHO, Agência Estado

12 de setembro de 2012 | 07h53

As chances são remotíssimas, mas com Neymar o Santos se transforma. Tanto que dos sete jogos em que ele atuou, o time ganhou quatro, empatou dois e sofreu apenas uma derrota, somando 16 pontos. E em 16 partidas sem o seu astro, foram apenas duas vitórias, sete empates e quatro derrotas, com a conquista de 13 pontos.

Por enquanto, o objetivo do time é voltar a vencer, depois de um péssimo início de segundo turno, com a soma de apenas um ponto em quatro jogos, ocupando a lanterna ao lado de Flamengo e Atlético Goianiense. A última vitória santista foi diante do Palmeiras, na última rodada do primeiro turno, no Pacaembu. Depois, até com Neymar em campo e jogando na Vila Belmiro, o time perdeu de virada por 3 a 1. Mas, a derrota com Neymar contra o Bahia tem explicação. O atacante estava com amidalite e febril e se arrastou em campo no segundo tempo.

Nesta quarta, a nova referência do futebol brasileiro retorna sem problemas físicos e confiante após os três gols que marcou na vitória por 8 a 0 contra a China, no Recife. Neymar é importante não apenas pela qualidade do seu futebol, bem acima dos demais jogadores em atividade no Brasil, mas pela reação que a sua presença provoca em toda a equipe. "É difícil explicar porque todos jogam melhor quando Neymar está em campo. Deve ser porque sabemos que ele vai fazer jogadas geniais e então acreditamos mais", disse Bruno Peres, o novo titular da lateral-direita santista.

Neymar e Arouca foram dispensados do treino desta terça e se juntaram aos companheiros na concentração, no começo da noite. Além de Neymar e Arouca, Muricy Ramalho vai contar com as voltas de Bruno Rodrigo (cumpriu suspensão no jogo de domingo) e Juan (impedido de jogar no clássico por ser vinculado ao São Paulo).

Santos e Flamengo tradicionalmente realizam grandes jogos. O do primeiro turno do Brasileirão do ano passado, com vitória dos cariocas por 5 a 4, na Vila Belmiro, e atuações irretocáveis de Neymar e Ronaldinho Gaúcho, ainda é lembrado como um dos melhores espetáculos do futebol brasileiro nos últimos anos. Um dos gols marcados por Neymar naquele jogo foi eleito pela Fifa o mais bonito do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.