Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Nicolás Freitas celebra reencontro com Aguirre: 'É um orgulho'

Volante uruguaio foi um pedido do treinador para temporada; os dois trabalharam juntos durante o vice da Libertadores pelo Peñarol

Estadão Conteúdo

13 de fevereiro de 2015 | 18h08

O Internacional apresentou na tarde desta sexta-feira seu mais novo reforço para a temporada 2015. O volante Nicolás Freitas cedeu sua primeira entrevista como jogador do clube horas depois de assinar contrato até o fim do ano. E logo em seu primeiro contato com a imprensa, ele exaltou o orgulho por chegar ao time colorado e a felicidade por reencontrar o técnico Diego Aguirre.

"Estar nesse clube tão importante é um orgulho. Espero estar preparado para este grande desafio. Me sinto bem fisicamente e com confiança. Ter um treinador que sabe o que posso render é muito importante. Espero responder da melhor maneira", afirmou o uruguaio, que atuou sob o comando de Aguirre no Peñarol, em 2011.

Freitas, aliás, chega sob indicação justamente do treinador. Eles estiveram juntos na campanha do vice da Libertadores, quando perderam para o Santos em 2011. A experiência deixou uma boa impressão do futebol brasileiro para o volante, que, no entanto, atuará pela primeira vez no País.

"O futebol brasileiro é muito competitivo. É um lindo desafio. Com o Inter, (espero) ganhar tudo. Quando chega ao Inter, tem a necessidade de ganhar todas as partidas, todos os amistosos e torneios. O objetivo é ganhar todos os campeonatos que temos até dezembro", avaliou.

O jogador só fez questão de evitar as comparações com outro volante estrangeiro que virou ídolo do Internacional recentemente: o argentino Guiñazu. "Sou um volante aguerrido, defensivo, uruguaio, que se preocupa com a saída de bola. O Guiñazu é muito bom jogador, mas sou um volante mais tático e menos técnico do que ele. Se eu jogar como o Guiñazu será muito bom."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterNicolás Freitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.