Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters

Nigéria bate Mali e conquista o penta no Mundial Sub-17

Quinto título vem com vitória por 2 a 0 em Viña del Mar, no Chile

Estadão Conteúdo

08 Novembro 2015 | 22h17

Maior campeã da história do Mundial Sub-17, a Nigéria alcançou seu quinto título ao bater os atuais campeões africanos da categoria, Mali, por 2 a 0, neste domingo, em Viña del Mar, no Chile. Na trajetória até o título, o time nacional eliminou o Brasil nas quartas de final.

O quinto título da Nigéria, que agora está dois à frente da seleção brasileira, segunda melhor no histórico de conquistas, também é o sétimo título da competição para seleções africanas - Gana venceu duas vezes. Assim, a África soma mais conquistas do que América do Sul e Europa juntas, que levaram três com o Brasil, uma com a França, uma com a Rússia e outra com a Suíça.

Os dois tentos da partida aconteceram no segundo tempo, graças à atuação do goleiro de Mali Samuel Diarra, que defendeu cobrança de pênalti de Osinachi Ebere ainda no início da partida.

Destaque da competição, Victor Osimeh foi o responsável por abrir o placar, aos 11 minutos da segunda etapa. O atacante ainda quebrou o recorde da artilharia do torneio, com dez gols marcados na atual edição. Pouco depois, aos 14, Funso Bamgboye deu números finais à partida.

BÉLGICA GANHA BRONZE

Mais cedo neste domingo, a Bélgica superou o México por 3 a 2, também em Viña del Mar, e ficou com a medalha de bronze da competição.

Em um jogo muito disputado, com uma expulsão para cada lado, Dennis Van Vaerenbergh abriu o placar para os europeus, mas Ricardo Marin empatou de pênalti. Pouco depois, Dante Vanzeir recolocou os belgas na frente, e Francisco Venedas fez o 2 a 2. Quando a partida seguia para os pênaltis, Vanzeir apareceu novamente para garantir o terceiro lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.