Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Nigéria joga mal, mas busca empate no fim com Escócia

Equipe nigeriana marca gol aos 45 minutos e evita derrota

Agência Estado

28 de maio de 2014 | 19h21

SÃO PAULO - Atual campeã africana, a Nigéria decepcionou no seu primeiro teste para a Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, no Estádio do Fulham, em Londres, a equipe não passou de um empate com a modesta seleção da Escócia, por 2 a 2. Os nigerianos só evitaram a derrota graças a um gol aos 45 minutos do segundo tempo.

Diversos jogadores tidos como titulares da Nigéria ficaram no banco de reservas, entre eles Onazi, da Lazio, e Moses, do Liverpool. Na comparação com o time que enfrentou o México, em março, foram mantidos só o lateral Echiejile e o atacante Uchebo.

O jogo desta quarta-feira começou sob suspeitas, uma vez que o jornal londrino The Independent denunciou, na véspera, que a National Crime Agency, uma das polícias britânicas, estaria investigando uma possível manipulação de resultados neste jogo, já que houve movimento incomum nas casas de apostas.

Para acabar com as desconfianças, os dois times trataram de fazer gols incomuns. Aos 10 minutos, Morrison chutou de fora da área, forte, rasteiro, e Mulgrew desviou de calcanhar. A bola subiu e encobriu o goleiro, que estava adiantado. Ainda no primeiro tempo, Uchebo arriscou de longe, a bola bateu num defensor escocês e foi para o fundo do gol.

Na segunda etapa, a Escócia voltou à frente com um gol contra de Egwuekwe, que tentou cortar cruzamento vindo da direita. No finalzinho, aos 45, porém, uma grande bobeira da zaga da Escócia permitiu o gol de Nwofor.

A Nigéria agora viaja para completar sua preparação nos Estados Unidos. Na próxima terça-feira, enfrenta a Grécia em Chester, na Pensilvânia. Depois, em Jacksonville, no outro sábado, pega os EUA. Parte do Grupo F da Copa, os nigerianos estreiam no Mundial contra o Irã, dia 16, em Curitiba. A chave ainda tem Bósnia-Herzegovina e Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.