Nigéria perde para o Egito e está fora da Copa Africana de Nações de 2017

Uma das principais forças do continente, a seleção da Nigéria está fora da disputa da Copa Africana de Nações de 2017, que será realizada no Gabão. Nesta terça-feira, a equipe nigeriana (três vezes campeã da competição, a última em 2013) foi eliminada ainda na fase de grupos ao ser batida pelo Egito por 1 a 0, fora de casa. Na última rodada do Grupo G, contra a Tanzânia, em junho, apenas cumprirá tabela.

Estadão Conteúdo

29 de março de 2016 | 19h09

Além de não ter ganhado do Egito nas duas partidas que fez nesta fase - na última sexta-feira, empatou em casa por 1 a 1 -, a eliminação precoce da Nigéria aconteceu por causa da desistência da seleção do Chad por problemas financeiros.

Nesta fase, avançam à fase final os dois primeiros de cada grupo, mas a nova composição da chave com apenas três times faz com que apenas o líder avance. Assim, todos os resultados dos jogos de Chad foram cancelados e isso prejudicou os nigerianos, que ficaram com dois pontos contra sete dos egípcios, com apenas mais uma partida a ser realizada.

Em outros grupos, algumas seleções estão muito perto de garantirem vaga na fase final. São os casos de Marrocos, Egito, Gana, Argélia e Senegal. Nesta terça-feira, os destaques ficaram para duas goleadas por 5 a 0 - da Libéria sobre Djibouti, em casa, e de Ruanda contra Mauritius. Como visitantes, República Democrática do Congo (ex-Zaire) e Senegal venceram Angola e Niger, respectivamente. Em Durban, na África do Sul, os donos da casa ficaram no empate sem gols com Camarões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.