Khaled Desouki/AFP
Khaled Desouki/AFP

Nigéria supera Tunísia e fatura o terceiro lugar na Copa Africana

Odion Ighno, logo no começo do jogo, fez o gol da vitória por 1 a 0, no Al Salam Stadium, no Cairo

Redação, Estadão Conteúdo

17 de julho de 2019 | 20h07

Em um jogo bastante movimentado, mas carente de qualidade técnica, a Nigéria conquistou o terceiro lugar na Copa Africana de Nações, nesta quarta-feira, ao derrotar a Tunísia, por 1 a 0, no Al Salam Stadium, no Cairo, capital do Egito.

O único gol do jogo foi marcado pelo atacante Odion Ighno, aos dois minutos de jogo, após falha dupla do goleiro Cherifia e do zagueiro Meriah.

Apesar da vantagem no placar, os nigerianos não se encolheram na defesa e trocaram bons momentos com os tunisianos. Khenissi quase empatou, logo aos sete minutos, mas Ighno também voltou a assustar Cherifia, aos 11.

A melhor chance da Tunísia para empatar a partida foi desperdiçada por Sassi, que, após dar um belo drible, bateu colocado da entrada da área, mas errou o alvo.

No segundo tempo, a Nigéria apostou nos contra-ataques, que não aconteceram. A Tunísia pressionou e perdeu boas oportunidades com Sassi e Badri.

A grande final entre Senegal e Argélia está marcada para as 16 horas (de Brasília) da próxima sexta-feira, no Estádio Internacional do Cairo. Campeões em 1990, os argelinos buscam a segunda taça, enquanto os senegaleses, vice-campeões em 2002, tentam a primeira conquista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.